Mestrado em Ensino de Ciências

Atenção! O edital referente ao processo seletivo e arquivos pertinentes ao curso estão disponíveis no site do curso.
Os resultados dos processos seletivos serão divulgados no site do curso.

Trabalhos

Trabalhos Disponíveis

TRABALHO Ações
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM CURSOS DAS CIÊNCIAS DA NATUREZA: ANÁLISE A PARTIR DA PEDAGOGIA HISTÓRICO-CRÍTICA
Curso Mestrado em Ensino de Ciências
Tipo Dissertação
Data 03/05/2024
Área ENSINO
Orientador(es)
  • Lilian Giacomini Cruz Zucchini
Coorientador(es)
    Orientando(s)
    • ADLER SANTOS GARCIA COSTA
    Banca
    • Angela Maria Zanon
    • Lilian Giacomini Cruz Zucchini
    • Lucas André Teixeira
    • Marcela de Moraes Agudo
    • Vera de Mattos Machado
    Resumo
    O PENSAMENTO LATINO-AMERICANO EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E SOCIEDADE: UMA ABORDAGEM INTERDISCIPLINAR NO ENSINO DE HIDROLOGIA E SUAS PROBLEMÁTICAS SOCIOCIENTÍFICAS
    Curso Mestrado em Ensino de Ciências
    Tipo Dissertação
    Data 21/03/2024
    Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
    Orientador(es)
    • Ademir de Souza Pereira
    Coorientador(es)
      Orientando(s)
      • Fernando Sian Oliveira
      Banca
      • Ademir de Souza Pereira
      • BRUNO DOS SANTOS SIMÕES
      • Nadia Cristina Guimaraes Errobidart
      • Sérgio Choiti Yamazaki
      • Wellington Pereira de Queiros
      Resumo A dissertação aborda a implementação de uma Unidade Curricular Eletiva em uma escola pública do estado Mato Grosso do Sul, focada na temática da Hidrologia e fundamentada na perspectiva do Pensamento Latino-americano em Ciência, Tecnologia e Sociedade (PLACTS). O objetivo é investigar como a oferta desta Unidade Curricular Eletiva, permeada pela perspectiva PLACTS, pode potencializar discussões genuínas que promovam a formação para a cidadania. Para isso, são delineados três objetivos específicos: (a) identificar e analisar métodos de ensino embasados na perspectiva PLACTS; (b) investigar a potabilidade da água dos bebedouros da escola, utilizando uma abordagem PLACTS em atividades experimentais; e (c) examinar o desenvolvimento de um posicionamento crítico dos estudantes em relação à temática da hidrologia e suas implicações sociocientíficas. A pesquisa emprega uma abordagem multipaper, em que três artigos compõem os capítulos da dissertação. O primeiro capítulo consiste em uma revisão sistemática da literatura (RSL) utilizando o Catálogo de Teses e Dissertações da CAPES, a fim de identificar métodos de ensino em ciências fundamentados na perspectiva PLACTS. O segundo capítulo descreve uma atividade experimental para investigar a potabilidade da água dos bebedouros da escola, seguindo uma abordagem PLACTS. O terceiro capítulo discute o desenvolvimento do posicionamento crítico dos estudantes em relação à hidrologia, também utilizando a perspectiva PLACTS. Os resultados da RSL revelam métodos de ensino em ciências alinhados com a perspectiva PLACTS, fornecendo um panorama do estado da arte nessa área. A aplicação da sequência didática no segundo capítulo permite a avaliação da potabilidade da água dos bebedouros da escola, enquanto o terceiro capítulo ressalta o desenvolvimento do pensamento crítico dos estudantes em relação à temática da hidrologia. A pesquisa destaca a importância da abordagem PLACTS no ensino de ciências, fornecendo uma integração entre aspectos científicos, sociais e culturais. Além disso, ressalta a relevância de abordar problemáticas locais e regionais, promovendo uma educação contextualizada e interdisciplinar. A pesquisa também aponta para a necessidade de metodologias que envolvam os alunos como sujeitos ativos no processo de aprendizagem, visando desenvolver habilidades de pensamento crítico e conscientização sobre questões ambientais e sociais.
      EDUCAÇÃO AMBIENTAL CRÍTICA: A PERCEPÇÃO DO MEIO AMBIENTE POR MEIO DOS MAPAS MENTAIS
      Curso Mestrado em Ensino de Ciências
      Tipo Dissertação
      Data 18/12/2023
      Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
      Orientador(es)
      • Maria Helena da Silva Andrade
      Coorientador(es)
        Orientando(s)
        • Tatyane Do Socorro Soares Brasil
        Banca
        • Bruna Gardenal Fina Cicalise
        • Eva Faustino da Fonseca de Moura Barbosa
        • Guilherme dos Santos Claudino
        • José Flavio Rodrigues Siqueira
        • Marcos Vinicius Campelo Junior
        • Maria Helena da Silva Andrade
        Resumo A Educação Ambiental resulta do compromisso social e do respeito a si mesmo, ao outro, à vida, assim como do sentimento de pertencimento ao planeta. A necessidade de novas práticas na produção agrícola se faz evidente para um combate eficaz da degradação ambiental, que compromete os recursos naturais. Teve-se como objetivo principal analisar a percepção dos estudantes sobre a relação entre o ser humano e o ambiente utilizando os mapas mentais a partir de um Sistema Agroflorestal utilizado como recurso didático. A pesquisa se deu através de mapas mentais, baseados em um Sistema Agroflorestal, os quais apresentavam registros de informações importantes, permitindo um fácil acesso quando necessário. Também foi discutida a relação entre sustentabilidade, educação ambiental e saber ambiental baseando-se no diálogo dos saberes. O trabalho foi subdividido em etapas, em que a primeira trata de uma discussão sobre a relação entre sustentabilidade, Educação Ambiental e saber ambiental diante do diálogo dos saberes. Como pesquisa qualitativa, utilizou-se da pesquisa bibliográfica de trabalhos teóricos nas discussões. No segundo momento, o objetivo foi o de analisar a percepção dos estudantes do 1º ano do Ensino Médio sobre ambiente, visando à prática de uma Educação Ambiental contextualizada, com o intuito da decodificação e interpretação de mapas mentais, usados como instrumento metodológico, seguindo a metodologia Kozel. Em outro momento, buscou-se alcançar o desenvolvimento de um pensamento crítico por meio de uma proposta pautada nos princípios da Educação Ambiental. Destaca-se, assim, a relevância acadêmica e social desta pesquisa para motivação no processo pedagógico e formação de cidadãos comprometidos com o ambiente. Ao final foi elaborada e apresentada uma proposta de sequência didática centrada na utilização de um Sistema Agroflorestal utilizado como recurso didático, aspirando a construção de um pensamento crítico e reflexivo na relação entre o estudante e o ambiente. Ao longo do trabalho foi discutida a importância da percepção ambiental através de mapas mentais na Educação Ambiental e sua associação com o Sistema Agroflorestal, revelando que os estudantes têm conhecimento prévio do meio ambiente, geralmente adquirido por experiências pessoais e, frequentemente, apresentam uma visão negativa da interferência humana no ambiente. As ações praticadas indicam a necessidade de uma educação ambiental contínua nas escolas voltada à formação de cidadãos comprometidos com a sustentabilidade ambiental. É essencial que essas práticas educacionais considerem as concepções prévias dos estudantes, que muitas vezes limitam o entendimento do ambiente apenas como um aspecto natural. Essa análise dos mapas mentais revela a importância de integrar a educação ambiental ao ambiente cotidiano dos estudantes, promovendo uma educação mais autêntica e emancipadora. A pesquisa demonstra que a concepção do ambiente como um conjunto de interações físicas, químicas e biológicas, abrigando todas as formas de vida, precisa ser promovida para despertar um sentimento de pertencimento e valorizar a cultura e economia locais. Para contribuir com a transformação desejada, sugere-se a implementação de práticas educacionais contínuas e dialógicas nas escolas, práticas que discutam o impacto das ações humanas no meio ambiente, tanto negativa quanto positivamente, e promovam novos modelos de vida na sociedade. A utilização dos mapas mentais pode também orientar as metodologias de ensino e aprendizagem nas escolas, facilitando o desenvolvimento de estratégias educacionais que garantam uma aprendizagem significativa sobre a relação entre o ser humano e o ambiente.

        Palavras-chave: Sustentabilidade; Agrofloresta; Metodologia Kozel; Práticas Educacionais. 
        O GPS A PARTIR DA APRENDIZAGEM BASEADA EM PROJETOS NA EXPLICITAÇÃO DOS INVARIANTES OPERATÓRIOS RELACIONADOS AO CAMPO CONCEITUAL DA RELATIVIDADE
        Curso Mestrado em Ensino de Ciências
        Tipo Dissertação
        Data 14/12/2023
        Área ENSINO
        Orientador(es)
        • Lisiane Barcellos Calheiro
        Coorientador(es)
          Orientando(s)
          • PATRICK LUIZ GUEVARA DELGADO
          Banca
          • Carla Beatriz Spohr
          • Daniele Correia
          • Dioni Paulo Pastorio
          • Lisiane Barcellos Calheiro
          • Wellington Pereira de Queiros
          Resumo A sociedade atual está cada vez mais dependente do uso de tecnologias e, apesar disso, são poucos os que compreendem como elas funcionam; aprende-se a utilizar um aplicativo e isso é o suficiente. Porém, muitos desconhecem que grande parte dos aparelhos utilizados diariamente, como os eletroeletrônicos, equipamentos para diagnósticos médicos e os próprios celulares, tem tecnologias fundamentadas na Física Moderna e Contemporânea. Como exemplo podemos citar o GPS, o qual utiliza em sua tecnologia, para garantir uma boa precisão na localização de objetos no globo terrestre, conceitos da Teoria da Relatividade descrita por Einstein. Assim, demonstrar aos estudantes como as tecnologias atuais funcionam é importante não só para aprimorar seus conceitos científicos, como também desenvolver seus conhecimentos como cidadão, visto ser um dos objetivos dessa instituição formar cidadãos críticos, capazes de entender e lidar com questões contemporâneas. A inserção de tópicos da Física Moderna e Contemporânea consta no currículo do Ensino Médio; a exploração do funcionamento das tecnologias relacionadas a monitoramento remoto é um exemplo. A presente dissertação, considerando esse contexto, apresenta uma sequência de ensino desenvolvida a partir da metodologia da Aprendizagem Baseada em Projetos – ABP, implementada em duas turmas de terceiro ano do Ensino Médio de uma escola pública localizada em Campo Grande /MS, contanto com um Projeto Piloto e um Projeto Final. Para tanto, utilizamos a Teoria dos Campos Conceituais para explicitar os possíveis invariantes operatórios relacionados à Teoria da Relatividade. O trabalho objetivou investigar como o estudo do GPS pode contribuir para um possível domínio do Campo Conceitual da Relatividade. Sobre os resultados da pesquisa, foram elaborados três trabalhos. O primeiro artigo foi publicado no 16º Simpósio de Investigação em Educação de Física, resultado do Projeto Piloto que buscou identificar os conhecimentos prévios dos estudantes a respeito do GPS, bem como compreender quais eram as expectativas e anseios dos alunos relacionados ao projeto desenvolvido. Um segundo artigo, que foi aprovado para publicação na Revista de Produtos Educacionais e Pesquisas em Ensino, teve como objetivo analisar os invariantes operatórios sobre o campo conceitual de velocidade e aceleração, conceitos estes importantes para o estudo da Teoria da Relatividade. O terceiro trabalho foi enviado para a Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico e teve por objetivo explicitar os Invariantes Operatórios utilizando um produto tecnológico, a respeito da Teoria da Relatividade Restrita através de uma atividade investigativa, aguardando ainda um parecer da equipe editorial. Por fim, concluímos que o estudo do GPS, estruturado a partir de um ABP, se apresentou potencialmente significativo para a explicitação e evolução do domínio do Campo Conceitual da Teoria da Relatividade, promovendo uma maior difusão do estudo dessa área do conhecimento, utilizando a respectiva tecnologia como Questão Motriz, corroborando para uma aprendizagem com potencial para ser significativa.

          CONCEPÇÕES E PERFIL DE EDUCADORES MUSEAIS DE MATO GROSSO DO SUL, SOB A PERSPECTIVA INTERDISCIPLINAR DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL CRÍTICA
          Curso Mestrado em Ensino de Ciências
          Tipo Dissertação
          Data 02/10/2023
          Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
          Orientador(es)
          • Suzete Rosana de Castro Wiziack
          Coorientador(es)
            Orientando(s)
            • Karina da Silva Almeida
            Banca
            • Alexandra Penedo de Pinho
            • Icleia Albuquerque de Vargas
            • Mirian Xavier
            • Suelen Regina Patriarcha Graciolli
            • Suzete Rosana de Castro Wiziack
            Resumo As pesquisas acerca dos espaços museais vem destacando a ascensão e o reconhecimento do potencial educativo dos mesmos. No entanto, também é percebida a preocupação com certas questões da organização desses ambientes. Em contrapartida, no que diz respeito à formação, concepções e o perfil dos educadores museais pouco se sabe. E foi pensando nessa carência que esta pesquisa foi proposta, pela qual questiona-se: Quem são os educadores dos museus de Mato Grosso do Sul? Quais são suas concepções a respeito dos museus e da temática Educação Ambiental nesse espaço. Esses educadores consideram o saber interdisciplinar para ensinar? Dessa forma, esta pesquisa objetivou investigar o perfil, concepções e ações dos educadores museais de três museus de Mato Grosso do Sul. A pesquisa é de abordagem quali-quantitativa e o público-alvo da investigação é formado por gestores e educadores, que atuam no Museu das Culturas Dom Bosco (MCDB), Museu de Arqueologia da UFMS (MUARQ) e o Museu de História do Pantanal (MUHPAN). O instrumento de coleta de dados utilizado na pesquisa foi um questionário semiestruturado com questões abertas e fechadas aplicado por meio da plataforma Google Forms, além de uma entrevista semiestruturada Os dados foram analisados através da técnica de análise de conteúdo (Bardin, 2011), cuja as dimensões de análise foram selecionadas a priori seguindo-se o referencial de Silva (2007), que classifica três tipologias distintas de concepções de educação ambiental, são elas: Concepção Conservadora, Concepção Pragmática e Concepção Crítica. Os resultados apontaram que de forma geral os educadores museais majoritariamente são estudantes, seja da graduação e/ou pós graduação, que possuem vínculo temporário desempenhando a função de estagiários, ou em menor número vínculo efetivo como profissionais concursados. Além disso, a pesquisa evidenciou que estes profissionais anseiam melhorias e a valorização de sua profissão. E no que tange às concepções sobre interdisciplinaridade e educação ambiental, os resultados evidenciam a existência de equívocos conceituais, lacunas na formação e a necessidade da promoção e ausência de oferta de capacitações específicas para este público alvo. Espera-se que as reflexões oriundas dessa pesquisa fomentem melhorias na formação dos educadores museais, sobretudo, para desempenharem a Educação Ambiental crítica, haja vista que, estes profissionais, que exercem um importante papel na democratização e popularização da cultura e ciência para toda sociedade.
            ANÁLISE DAS REPRESENTAÇÕES DE ESTUDANTES SOBRE A RELAÇÃO ENTRE CONFLITOS SOCIOAMBIENTAIS E DIREITOS HUMANOS POR MEIO DE MAPAS MENTAIS
            Curso Mestrado em Ensino de Ciências
            Tipo Dissertação
            Data 15/09/2023
            Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
            Orientador(es)
            • Airton José Vinholi Júnior
            Coorientador(es)
              Orientando(s)
              • Luísa de Carvalho Jurka
              Banca
              • Airton José Vinholi Júnior
              • Icleia Albuquerque de Vargas
              • Natalia Tavares Rios
              • Suzete Rosana de Castro Wiziack
              • Valéria da Silva Trajano
              Resumo Como o ambiente escolar reflete os desafios da sociedade atual, pode-se dizer que um dos entraves para alcançar a consciência socioambiental dos jovens do Ensino Médio é a perda de valores com os quais percebem e atuam sobre as problemáticas ambientais que envolvem violação de direitos humanos. Desse modo, se faz interessante a investigação sobre valores, como liberdade, solidariedade e justiça, que contribuem ou não para formar as representações com que estes estudantes constituem, no nível simbólico, tais questões. Mais especificamente, as questões atuais do contexto brasileiro que envolvem conflitos socioambientais, em que a degradação do meio ambiente se atrela em conflitos de interesse sobre o uso de recursos naturais entre diferentes grupos sociais. O objetivo deste trabalho de pesquisa foi analisar o conteúdo do diálogo e das representações de estudantes do 2º ano do Ensino Médio, de um contexto urbano, quando questionados sobre conflitos socioambientais. Para tanto, a pesquisa utilizou como marco teórico epistemológico a Educação Ambiental Emancipatória e como referencial didático a Conscientização de Paulo Freire. Já os referenciais metodológicos abarcam a Análise de Conteúdo Categorial de Bardin, para a investigação de diálogos coletados em dinâmicas de grupo focal, e a interpretação de mapas mentais pela Metodologia Kozel. A pesquisa de campo foi realizada em uma escola municipal de Ensino Médio do município de Contagem, em Minas Gerais. A intervenção em ambiente escolar contou com a proposta de construção de mapas mentais antes e depois de uma dinâmica de grupo focal sobre o tema conflitos socioambientais. Tanto as análises dos mapas mentais quanto dos discursos orais apontam para um número relativamente pequeno de estudantes capazes de integrar diferentes aspectos para construir uma representação complexa das causalidades e das consequências dos conflitos socioambientais. Além disso, foi possível inferir sobre os valores que sustentam o discurso dos estudantes sobre a temática e os valores que eles atribuem a outros sujeitos sociais. Ainda que o grupo de participantes da pesquisa represente um contexto específico, defende-se que a investigação acerca dos valores humanos e da percepção de outros sujeitos que os estudantes trazem para o ambiente educativo seja uma estratégia para interlocução entre a Educação em Direitos Humanos e a Educação Ambiental.
              PROPOSTAS PEDAGÓGICAS PARA O ENSINO DE BOTÂNICA EM UMA ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL
              Curso Mestrado em Ensino de Ciências
              Tipo Dissertação
              Data 15/09/2023
              Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
              Orientador(es)
                Coorientador(es)
                Orientando(s)
                  Banca
                  • Amanda de Mattos Pereira Mano
                  • Jucelia Linhares Granemann de Medeiros
                  • Manoel Garcia de Oliveira
                  • Suzete Rosana de Castro Wiziack
                  Resumo
                  PROPOSTAS PEDAGÓGICAS PARA O ENSINO DE BOTÂNICA EM UMA ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL
                  Curso Mestrado em Ensino de Ciências
                  Tipo Dissertação
                  Data 15/09/2023
                  Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
                  Orientador(es)
                  • Jucelia Linhares Granemann de Medeiros
                  Coorientador(es)
                  • Bruna Gardenal Fina Cicalise
                  Orientando(s)
                  • Erica de Souza Peixoto
                  Banca
                  • Amanda de Mattos Pereira Mano
                  • Bruna Gardenal Fina Cicalise
                  • Denise Silva
                  • Jucelia Linhares Granemann de Medeiros
                  • Manoel Garcia de Oliveira
                  • Suzete Rosana de Castro Wiziack
                  Resumo O presente trabalho trata de uma pesquisa que se propôs refletir sobre a utilização de trilhas ecológicas e oficinas de produção de exsicatas como atividades de ensino na temática botânica. O principal objetivo foi investigar se o uso dessas propostas pedagógicas contribuem para estimular a curiosidade e o interesse dos alunos pelos conteúdos de Botânica, mesmo na grade curricular do Novo Ensino Médio. A pesquisa foi conduzida de forma quali-quantitativa junto aos alunos do 2º ano do ensino médio de uma Escola em Tempo Integral na cidade de Miranda-MS. Foram realizadas quatro etapas, um pré-teste para análise prévia dos conhecimentos dos alunos, duas trilhas (uma no entorno da escola e outra em uma reserva biológica), uma oficina para produção de exsicatas e para a identificação das espécies coletadas com o auxílio de aplicativos digitais e um questionário pós-teste para para análise do impacto de tais propostas na aprendizagem dos estudantes. Após a conclusão de todas as etapas observou-se que as propostas didáticas, ensinadas de forma significativa, contextualizada, ativa e utilizando estratégias diversificadas, assim como o contato direto com as plantas dos biomas Pantanal e Cerrado, foram capazes de estimular o interesse por essa abordagem nos discentes, promovendo aos professores meios que podem facilitar e incentivar o processo de ensino-aprendizagem da botânica, seja nas aulas regulares ou nos itinerários formativos. Aprender sobre Botânica de forma prática e dinâmica é fundamental para disseminar essa área tão importante para a Biologia.

                  Palavras- chave: Trilhas ecológicas; Ensino de ciências; Plantas; Miranda-MS.
                  O CAMPO CONCEITUAL DA ÁGUA A PARTIR DE UMA ILHA INTERDISCIPLINAR DE RACIONALIDADE
                  Curso Mestrado em Ensino de Ciências
                  Tipo Dissertação
                  Data 14/09/2023
                  Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
                  Orientador(es)
                  • Lisiane Barcellos Calheiro
                  Coorientador(es)
                    Orientando(s)
                    • Karol Nunes de Oliveira
                    Banca
                    • Carla Beatriz Spohr
                    • Daniele Correia
                    • Leandro Londero da Silva
                    • Lisiane Barcellos Calheiro
                    • Nadia Cristina Guimaraes Errobidart
                    Resumo Em busca por desenvolver uma proposta de ensino que integre a realidade dos estudantes
                    com os documentos oficiais apresentamos nesta dissertação a pesquisa intitulada “O
                    Campo Conceitual da Água a partir de uma Ilha Interdisciplinar de Racionalidade”. O
                    objetivo da pesquisa se direciona em analisar os indicadores de um possível domínio do
                    campo conceitual da Água por estudantes da modalidade de Educação de Jovens e
                    Adultos – EJA de duas turmas de uma escola pública de Campo Grande - MS, a partir
                    dos invariantes operatórios mobilizados nas etapas de construção de uma Ilha
                    Interdisciplinar de Racionalidade – IIR. Dessa forma foi utilizada como metodologia as
                    etapas de construção de uma IIR conforme propõe Gérard Fourez com o objetivo de
                    direcionar a aprendizagem dos estudantes para a integração de conhecimentos
                    disciplinares bem como para utilização de situações reais para consolidação do processo,
                    contribuindo para que o público-alvo seja ativo durante todo o desenvolvimento da
                    pesquisa. Para análise dos resultados foi utilizada a Teoria dos Campos Conceituais -TCC
                    de Gérard Vergnaud. Com base nos dados identificamos os invariantes operatórios
                    presentes e o possível domínio do campo conceitual da Água, pois o estudo da Água pode
                    ser considerado um grande campo conceitual em que muitos conhecimentos disciplinares
                    podem fazer parte de uma aprendizagem mais sólida caso sejam trabalhados de forma
                    interligada. Apresentamos como resultados três manuscritos, o primeiro intitulado
                    “Possíveis invariantes operatórios do campo conceitual da Água mobilizados em uma
                    atividade interdisciplinar no contexto da Educação de Jovens e Adultos – EJA” Onde
                    após iniciarmos o percurso interdisciplinar com as turmas e analisar os primeiros
                    invariantes que emergiram das atividades propostas na fase clichê, averiguamos que
                    alguns invariantes operatórios descritos pelos estudantes se distanciavam dos conceitos
                    científicos, a partir desses dados foi possível organizar para que as próximas etapas da
                    IIR situações e atividades, que contribuíssem para a adequação dos invariantes
                    mobilizados pelos participantes da pesquisa. O segundo manuscrito foi intitulado
                    “Possíveis invariantes operatórios do campo conceitual da Água mobilizados por meio
                    de atividades práticas com viés interdisciplinar”, para o desenvolvimento desse
                    manuscrito foi utilizada uma das três sequências de atividades práticas trabalhadas na
                    quarta etapa de construção da IIR. Os resultados demonstraram que os invariantes
                    expressos pelos estudantes passaram por uma evolução no decorrer das atividades
                    abarcadas pela sequência selecionada para compor o manuscrito, e foram consideradas
                    satisfatórias considerando o contexto da EJA. E por último elaboramos o manuscrito “A
                    construção de uma representação interdisciplinar sobre o campo conceitual da Água”,
                    que apresenta a IIR já finalizada, os resultados demonstram que os estudantes apresentam
                    indícios de um possível domínio do campo conceitual da água com base nos
                    conhecimentos disciplinares selecionados para lidar com o problema concreto. Também
                    identificamos que os estudantes passaram a relacionar com mais facilidade a
                    aplicabilidade desses conhecimentos disciplinares com fenômenos reais do cotidiano.
                    A INSERÇÃO DE METODOLOGIAS ATIVAS NA FORMAÇÃO INICIAL DEPROFESSORES DE QUÍMICA: POSSIBILIDADE E DESAFIOS
                    Curso Mestrado em Ensino de Ciências
                    Tipo Dissertação
                    Data 13/09/2023
                    Área ENSINO
                    Orientador(es)
                    • Daniele Correia
                    Coorientador(es)
                      Orientando(s)
                      • Vanessa Teixeira Pereira
                      Banca
                      • Adriana Pereira Duarte
                      • Daniele Correia
                      • Ines Prieto Schmidt Sauerwein
                      • Nadia Cristina Guimaraes Errobidart
                      • Vera de Mattos Machado
                      Resumo Na literatura da área de Ensino de Ciências, existem poucas pesquisas que relatam resultados
                      da inserção das metodologias ativas em cursos de Licenciatura em Química, apesar de suas
                      potencialidades na promoção de experiências inovadoras para a formação didático-pedagógica
                      do futuro professor. Nessa direção, o presente estudo tem como objetivo investigar as
                      contribuições formativas promovidas aos professores de química em formação, a partir da
                      participação em e no planejamento de aulas com caso ou problema. Para tanto, implementou-
                      se uma sequência de aulas estruturadas nos princípios da Sala de Aula Invertida, de modo a
                      oportunizar aos professores de química em formação o contato com a fundamentação teórica
                      das metodologias ativas e a experiência de vivenciar atividades de ensino pautadas no Estudo
                      de Casos e Aprendizagem Baseada em Problemas. Esta pesquisa possui caráter qualitativo e foi
                      desenvolvida na disciplina de Prática de Ensino em Química III do Curso de Química
                      Licenciatura do Instituto de Química da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Os
                      instrumentos de coleta de dados foram os questionários inicial e final, gravação em áudio das
                      apresentações, planos de aula, e as produções escritas realizadas pelos licenciandos no decorrer
                      do desenvolvimento das atividades propostas. Os resultados apontam que houve notória
                      evolução dos licenciandos com o avanço das atividades, sendo que, gradativamente, eles se
                      tornaram mais ativos e autônomos. Os trabalhos desenvolvidos em grupo estimularam o debate
                      entre eles, o trabalho em equipe, o posicionamento crítico e reflexivo e o compartilhamento de
                      conhecimentos. Portanto, a experiência que os licenciandos tiveram com as metodologias ativas
                      e elaboração de planos de aula sob a perspectiva dessas metodologias contribuíram para uma
                      formação reflexiva, ativa e autônoma.
                      GAMIFICAÇÃO, INSTRUÇÃO PELOS COLEGAS E O ENSINO DE QUÍMICA: DA REVISÃO DE LITERATURA À APLICAÇÃO EM SALA DE AULA
                      Curso Mestrado em Ensino de Ciências
                      Tipo Dissertação
                      Data 11/09/2023
                      Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
                      Orientador(es)
                      • Daniele Correia
                      Coorientador(es)
                        Orientando(s)
                        • Nudson Souza Santos
                        Banca
                        • Ademir de Souza Pereira
                        • Ana Camila Micheletti
                        • Daniele Correia
                        • Dioni Paulo Pastorio
                        • Lisiane Barcellos Calheiro
                        Resumo É crescente o número de pesquisas na área de ensino de ciências que relatam as potencialidades das metodologias ativas, em particular Instrução pelo Colegas (IpC) e Gamificação, na transformação dos processos de ensinar e aprender em sala de aula, bem como no desenvolvimento de habilidades como engajamento dos estudos, trabalho em equipe, aprendizagem colaborativa, pensamento rápido e crítico, protagonismo, cooperação, competição e aprendizado a partir dos erros. Nesta direção, o presente trabalho foi estruturado no formato de dois artigos científicos: Artigo 1 – Ensino de Ciências e as metodologias ativas gamificação e instrução pelos colegas: uma revisão sistemática de literatura. O objetivo foi mapear as principais características das pesquisas que relacionam as metodologias ativas gamificação e/ou IpC e o ensino de Ciências. Com base nos resultados, constatamos que há carência de estudos que relatem resultados de pesquisa a partir da implementação de atividades envolvendo metodologias ativas gamificadas e de IpC, de modo que, possam ser compreendidas as potencialidades e limitações de sua inserção no ensino de Química, Física, Biologia, Matemática e Ciências; Artigo 2 – Química das plantas medicinais: uma sequência didática envolvendo gamificação associada à Instrução pelos Colegas. O objetivo foi investigar as contribuições da sequência didática gamificada para a aprendizagem de funções orgânicas e das propriedades de plantas medicinais, por parte de estudantes do segundo ano do Ensino Médio. A partir dos resultados, podemos afirmar que houve evolução na aprendizagem das propriedades das plantas medicinais, seus princípios ativos e funções orgânicas presentes. Ademais, a metodologia gamificada aliada à IpC permitiu o desenvolvimento de habilidades e competências como o engajamento dos discentes, trabalho em equipe, cooperação para atingir objetivos em comum, competição e curiosidade sobre a temática. Neste sentido, acreditamos que os artigos contribuem para o avanço das pesquisas na área do ensino de Química, expõe as limitações de cada metodologia utilizada e possibilita que outros pesquisadores e professores possam usufruir dos resultados obtidos neste trabalho. Também destacamos as contribuições para a transformação do comportamento dos estudantes frente ao uso de metodologias ativas, tornando-os proativos, com espírito cooperativo e mais interessados pelas aulas.


                        Palavras-chave: Gamificação. Instrução pelos Colegas. Ensino de Química. Plantas Medicinais. Funções Orgânicas.
                        A FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE CIÊNCIAS DA NATUREZA E O USO DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TIC): O QUE INDICAM OS PROJETOS PEDAGÓGICOS DE CURSO DAS LICENCIATURAS NO ESTADO DO MATO GROSSO DO SUL
                        Curso Mestrado em Ensino de Ciências
                        Tipo Dissertação
                        Data 11/09/2023
                        Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
                        Orientador(es)
                        • Carla Busato Zandavalli
                        Coorientador(es)
                          Orientando(s)
                          • Aline Ribeiro Silva
                          Banca
                          • Carla Busato Zandavalli
                          • Maria Cristina Lima Paniago
                          • Maria Ines de Affonseca Jardim
                          • Regiani Magalhães de Oliveira Yamazaki
                          • Wellington Pereira de Queiros
                          Resumo Nesta pesquisa foram analisados os Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPCs) de licenciatura na área das Ciências da Natureza (Ciências Biológicas, Física e Química) das universidades públicas de Mato Grosso do Sul, nas modalidades presencial e à distância, com o objetivo de compreender o que é proposto em relação às Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), bem como identificar quais concepções teóricas, políticas, culturais e as bases legais que norteiam os PPCs analisados. Trata-se de um estudo de caso, de abordagem qualitativa (BOGDAN; BIKLEN, 2013), abrangendo três etapas: a) Levantamento bibliográfico nas bases Scielo.br, Catálogo de Teses e Dissertações da Capes, Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) e Scholar Google, para verificar quais são os estudos que contemplam esta temática; b) Coleta dos PPCs nos portais eletrônicos das Instituições de Ensino Superior (IES); c) Análise e categorização dos dados de acordo com as orientações propostas por Bardin (2013). Este estudo se delineou a partir dos PPCs disponibilizados antes da implantação da BNC Formação, coletados no período de 2021 a 2022. Quanto ao perfil do egresso, em doze dos PPCs dos cursos indica-se que o concluinte deverá estar preparado para o uso das TIC em sua prática profissional, como definem as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) dos cursos de licenciatura em física, química e biologia. No entanto, dos vinte cursos analisados, apenas oito possuem em seu ementário disciplinas que contemplam as TIC. As disciplinas ofertadas foram identificadas de acordo com a sua natureza (obrigatória ou optativa), carga horária, período de oferta e bibliografia. A partir da categorização das informações coletadas, observou-se que a discussão sobre as TIC na formação inicial de professores de ciência é majoritariamente voltada aos temas da Educação à Distância (EaD), abordando o seu histórico, a legislação e as ferramentas para a sua mediação, os ambientes virtuais de aprendizagem (AVA). No entanto, verificou-se a partir do ementário e das bibliografias indicadas, que são escassas, as abordagens sobre a articulação das TIC com temas específicos do curso. Mesmo indicada nas DCNs, a articulação da formação docente às TIC não se faz presente em todos os documentos analisados. A partir da pesquisa desenvolvida, concluiu-se que apenas o aumento da carga horária ou acréscimo de disciplinas que contemplam as TIC, nos cursos de licenciatura, não é suficiente para o seu uso educativo de forma crítica e reflexiva, já que a disciplina pode abordá-las apenas como ferramentas. Outro aspecto central é a importância da clareza sobre as bases teórico-metodológicas que nortearão a discussão das TIC, que precisam ser entendidas a partir do contexto econômico, político, social e cultural em que estão inseridas.
                          O ENSINO DE BOTÂNICA NO ENSINO MÉDIO DA REDE ESTADUAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - SP: DESAFIOS E POSSIBILIDADES
                          Curso Mestrado em Ensino de Ciências
                          Tipo Dissertação
                          Data 24/08/2023
                          Área ENSINO
                          Orientador(es)
                          • Jucelia Linhares Granemann de Medeiros
                          Coorientador(es)
                            Orientando(s)
                            • Nathalia Gabriela de Souza Carvalho
                            Banca
                            • Amanda de Mattos Pereira Mano
                            • Jucelia Linhares Granemann de Medeiros
                            • Julio Cesar Bresolin Marinho
                            • Mirian Xavier
                            • Shirley Takeco Gobara
                            • Suzete Rosana de Castro Wiziack
                            Resumo Esta pesquisa teve como objetivo identificar as metodologias e instrumentos didáticos utilizados por professores de biologia do ensino médio em aulas voltadas ao estudo de Botânica. Tal objetivo decorre do fato de que os vários trabalhos que têm o enfoque na investigação sobre o estudo de Botânica demonstram que há dificuldade na compreensão e interesse dos alunos pela área, e que este cenário está intimamente relacionado à presença de metodologias didáticas que pouco favorecem a construção do conhecimento, sendo essas, em sua grande maioria, pautadas em uma perspectiva tradicional de ensino e aprendizagem. Assim, buscando compreender as estratégias didáticas, bem como os desafios inerentes à atividade docente no ensino da Botânica, utilizou-se neste estudo uma pesquisa qualitativa, tendo como instrumento de coleta de dados uma entrevista semiestruturada. Foram participantes, 17 professores, distribuídos em 10 escolas da rede estadual do município de São José dos Campos – SP. Para análise dos dados obtidos, foi utilizada a Análise de Conteúdo Categorial. Os resultados obtidos indicam que os docentes visualizam a importância de estratégias diversificadas para o ensino de Botânica, entretanto, a prevalência de metodologias relacionadas aos moldes tradicionais de ensino é mais evidente. Ademais, pontuam-se diferentes dificultadores presentes na educação pública que pouco colaboram para uma aprendizagem contínua e aprofundada dos alunos para o ensino de Botânica, os quais muitas vezes ultrapassam o âmbito do trabalho dos docentes. Espera-se que os resultados obtidos com este trabalho, unido às diferentes discussões trazidas, possam colaborar com as práticas docentes, uma vez que se apresentaram ao longo do estudo, diferentes maneiras de se diversificar a Botânica com a utilização de recursos e instrumentos que, muitas vezes, não são explorados pelos professores.
                            A RELAÇÃO MASSA-ENERGIA NOS RECURSOS AUDIOVISUAIS DA INDÚSTRIA CULTURAL: CONTRIBUIÇÕES PARA O ENSINO DE FÍSICA
                            Curso Mestrado em Ensino de Ciências
                            Tipo Dissertação
                            Data 30/06/2023
                            Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
                            Orientador(es)
                            • Wellington Pereira de Queiros
                            Coorientador(es)
                              Orientando(s)
                              • Joyce Luzia Chaves Dutra
                              Banca
                              • Gilmar Praxedes Daniel
                              • Maria Ines de Affonseca Jardim
                              • Marta Rios Alves Nunes da Costa
                              • Weimar Silva Castilho
                              • Wellington Pereira de Queiros
                              Resumo Esse trabalho analisa representações da relação massa energia, E=mc2, em recursos audiovisuais da indústria cultural, mais precisamente, vídeos do YouTube e filmes documentários. Assim, esse estudo procura responder a questão: de que forma a relação massa-energia é abordada em mídias audiovisuais? Foram analisados vídeos disponíveis no YouTube e filmes documentários que abordam a relação massa energia. Os conceitos de indústria cultural, desenvolvido por Adorno e Horkheimer no livro Dialética do Esclarecimento, e o de semiformação, apresentado por Adorno na Teoria da Semiformação norteiam a análise. Inicialmente apresentamos um levantamento bibliográfico, em artigos de periódicos da área da Ciência, sobre a relação E=mc2. Em seguida, analisamos a maneira como a relação massa-energia é apresentada em onze vídeos brasileiros disponíveis no YouTube e em seis filmes documentários disponíveis online. Com a análise, constata-se que a maioria dos recursos audiovisuais analisados apresentam erros conceituais sobre a relação massa-energia, promovendo uma visão distorcida e equivocada, uma semiformação acerca da famosa relação.
                              TECNOLOGIAS DIGITAIS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO E AS RELAÇÕES ENTRE A FORMAÇÃO INICIAL E AS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DE PROFESSORES DE FÍSICA
                              Curso Mestrado em Ensino de Ciências
                              Tipo Dissertação
                              Data 17/01/2023
                              Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
                              Orientador(es)
                              • Maria Ines de Affonseca Jardim
                              Coorientador(es)
                                Orientando(s)
                                • Keissy Carla Oliveira Martins
                                Banca
                                • Carla Busato Zandavalli
                                • Luciana Paes de Andrade
                                • Maria Cristina Lima Paniago
                                • Maria Ines de Affonseca Jardim
                                • Vera de Mattos Machado
                                Resumo A presente pesquisa qualitativa teve como objetivo investigar a relação entre as práticas pedagógicas relacionadas às Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação discutidas no curso de licenciatura em Física e as utilizadas por professores de Física de escolas de Campo Grande, egressos da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Com autorização do Instituto de Física e da Secretaria de Educação do Estado de MS, aprovação no Comitê de Ética, contatamos os docentes por meio de aplicativo de mensagens, e estes realizaram o preenchimento do termo de aceite da pesquisa. Quanto à formação de professores, apoiamo-nos na descrição de Tardif (2014) sobre os saberes docentes. O percurso metodológico foi desenvolvido em três fases: (i) levantamento de perfil dos professores de Física egressos da UFMS que ministram aulas na rede estadual, utilizando como instrumento de coleta de dados um questionário online; (ii) estudo do currículo formal de formação de professores de Física da UFMS a partir das estruturas do curso e ementas das disciplinas; (iii) investigação, a partir de entrevistas semiestruturadas, sobre como as tecnologias foram discutidas no curso de formação inicial e como são utilizadas pelos professores em sala de aula, o currículo real. Os dados obtidos por meio dos questionários e das estruturas curriculares foram analisados por meio de estatística descritiva. As falas transcritas das entrevistas foram analisadas utilizando-se como referência a Análise de Conteúdo Categorial de Bardin. A análise das estruturas curriculares do curso de licenciatura em Física da UFMS mostrou que a presença de disciplinas obrigatórias em que são discutidas as tecnologias foi escassa no decorrer dos anos e que houve uma expansão a partir de 2018. A análise das entrevistas relacionadas às estruturas curriculares mostrou que os docentes desenvolvem práticas pedagógicas utilizando as TDIC disponíveis no espaço escolar, mas que essa utilização ainda está marcada, predominantemente, por ações de exposição, característica que também marca as ações desenvolvidas na formação inicial. Uma parcela significativa dos docentes traz em suas falas dificuldades de uso das tecnologias relacionadas à insuficiência ou indisponibilidade de recursos no espaço escolar. Apontamos a necessidade de mudanças na forma como são desenvolvidas as ações relacionadas às tecnologias no curso de formação de professores.
                                Download
                                  UNIDADE DE ENSINO POTENCIALMENTE SIGNIFICATIVA COMO METODOLOGIA DE EXPLICITAÇÃO DOS INVARIANTES OPERATÓRIOS DO CAMPO CONCEITUAL DE BURACO NEGRO
                                  Curso Mestrado em Ensino de Ciências
                                  Tipo Dissertação
                                  Data 15/12/2022
                                  Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
                                  Orientador(es)
                                  • Lisiane Barcellos Calheiro
                                  Coorientador(es)
                                    Orientando(s)
                                    • Patrynie Garcia Barbosa
                                    Banca
                                    • Airton José Vinholi Júnior
                                    • Carla Beatriz Spohr
                                    • Daniele Correia
                                    • Isabel Krey Garcia
                                    • Joecir Palandi
                                    • Lisiane Barcellos Calheiro
                                    Resumo A presente pesquisa baseia-se na análise do possível domínio do campo conceitual de Buraco
                                    Negro por meio da aplicação de uma Unidade de Ensino Potencialmente Significativa (UEPS),
                                    em que os sujeitos de pesquisa foram estudantes da rede pública estadual do 1° ano do Ensino
                                    Médio do período noturno. Para a realização desta investigação, com o aporte teórico de
                                    trabalhos anteriores, foram compilados dois manuscritos na revisão da literatura. O artigo 1
                                    apresenta um breve cenário sobre os trabalhos acerca de Buraco Negro publicados nos
                                    periódicos do ensino de Física e Ciências. Para análise da pesquisa bibliográfica utilizamos
                                    categorias estabelecidas à priori, com a análise verificamos a deficiência de propostas didáticas
                                    e trabalhos com resultados de aprendizagem. Tal resultado apontou a necessidade de
                                    compreendermos melhor, então, as potencialidades da metodologia didática adotada nesta
                                    pesquisa, o que resultou na escrita do manuscrito 1, com objetivo de averiguarmos as
                                    potencialidades da UEPS para ensino Física Moderna Contemporânea (FMC), ancorados na
                                    Análise Textual Discursiva (ATD). Desta forma, a partir das compreensões obtidas e
                                    alicerçados no referencial teórico adotado, a Teoria dos Campos Conceituais (TCC), foi
                                    elaborada a primeira versão da UEPS sobre Buraco Negro,fundamentada nos pressupostos de
                                    Moreira (2011). A fim de comprovarmos a validade dos instrumentos de pesquisa, algumas
                                    atividades foram aplicadas no 2° ano do Ensino Médio, a partir dos resultados obtidos foi
                                    elaborado artigo 2. A partir das respostas dos alunos foi possível categorizar os invariantes
                                    operatórios explicitados pelos estudantes, ao mesmo tempo, averiguamosque o organizador
                                    prévio utilizado não cumpriu sua função de alicerçar invariantes operatóriosrelevantes ou
                                    adequados para resolução da situação-problema proposta. Assim, em um ponto de vista mais
                                    crítico, compreendemos necessidade de modificarmos e reelaborarmos algumas atividades
                                    propostas nesta primeira versão. Por último, a partir dos resultados obtidos da segunda versão
                                    da UEPS, foi elaborado o manuscrito 2. Esse apresenta análise dos invariantes operatórios
                                    explicitados em mapas mentais realizados em dois passos da UEPS, a partir das categorias
                                    estabelecidas por Barbosa e Calheiro (2020) - artigo 2 desta dissertação- conseguimos analisar
                                    o processo do possível domínio do campo conceitual de Buraco Negro, em que emergiu três
                                    categorias. Os resultados obtidos mostram que houve avanços significativos no possível
                                    domínio do campo conceitual dos estudantes.
                                    IDENTIDADE QUILOMBOLA: DIÁLOGOS ENTRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E CULTURA EM UMA ESCOLA DO CAMPO EM CAMPO GRANDE (MS)
                                    Curso Mestrado em Ensino de Ciências
                                    Tipo Dissertação
                                    Data 29/04/2022
                                    Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
                                    Orientador(es)
                                    • Icleia Albuquerque de Vargas
                                    Coorientador(es)
                                      Orientando(s)
                                      • HEIDE CRISTIANE SANTOS LEÃO
                                      Banca
                                      • Airton José Vinholi Júnior
                                      • Ana Paula Correia de Araujo
                                      • Dilza Porto Goncalves
                                      • Icleia Albuquerque de Vargas
                                      • Suzete Rosana de Castro Wiziack
                                      Resumo Com este trabalho buscou-se analisar a realidade do ensino direcionado a crianças e jovens da Comunidade Negra Rural Quilombola Chácara Buriti, atendidos pela Escola Municipal José do Patrocínio, localizada no espaço rural de Campo Grande (MS). Acredita-se que, para além de conhecimentos científicos, as raízes culturais de um povo devem ser amplamente difundidas em todos os níveis de escolarização, sobretudo quando a unidade escolar atende uma parcela de sujeitos oriundos de comunidades quilombolas. Para tanto, objetivou-se propor uma reestruturação do Projeto Político Pedagógico (PPP) da escola de forma a abarcar a questão étnico-racial, em interface com elementos da Educação Ambiental, visando ao fortalecimento identitário e valorização cultural dos estudantes oriundos da Comunidade Quilombola em questão. Metodologicamente, o trabalho esteve ancorado na pesquisa qualitativa, respaldada nas técnicas de levantamentos bibliográficos e documentais. Foram analisados dados da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), levantados nos Referenciais e no Currículo da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande (MS), bem como no Projeto Político Pedagógico (PPP) da unidade escolar pesquisada. De acordo com as legislações vigentes, foram sugeridas adequações para a Escola e respectivo Projeto Político Pedagógico, visando à demanda daquela população. Também foram propostas metodologias de ensino e ações de fortalecimento e reconhecimento identitário cultural, ancorados na Educação Ambiental, como, por exemplo, a implantação e manutenção de uma horta escolar com participação de parentes de alunos que vivem na Comunidade Negra Rural Quilombola Chácara Buriti.

                                      Palavras-chave: Diretrizes Educacionais; Educação Ambiental; Educação do Campo; Educação Quilombola; Etnias.

                                      Download
                                      A ABORDAGEM EXPERIMENTAL NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO DE CIÊNCIAS: DESAFIO PARA OS PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL
                                      Curso Mestrado em Ensino de Ciências
                                      Tipo Dissertação
                                      Data 21/12/2021
                                      Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
                                      Orientador(es)
                                      • Suzete Rosana de Castro Wiziack
                                      Coorientador(es)
                                        Orientando(s)
                                        • Juliana Ferreira Fernandes de Almeida
                                        Banca
                                        • Ademir de Souza Pereira
                                        • Alexandra Penedo de Pinho
                                        • Nadia Cristina Guimaraes Errobidart
                                        • Suzete Rosana de Castro Wiziack
                                        • Vera de Mattos Machado
                                        Resumo Este estudo analisa as concepções de professores de Ciências das Séries Iniciais do Ensino Fundamental de uma escola municipal do estado de Mato Grosso do Sul, acerca da importância e aplicabilidade da experimentação no Ensino de Ciências. O objetivo geral da investigação será analisar os impedimentos ou dificuldades apontadas pelos professores para a pouca utilização da Abordagem Científica Experimental nas aulas de Ciências dos anos iniciais. De cunho quanti-qualitativo, a investigação utilizará a pesquisa bibliográfica e a coleta de dados empíricos através de um questionário semiestruturado com os professores da escola, que fizeram suas considerações sobre a experimentação na formação dos mesmos e a prática docente em sala de aula. No tratamento dos dados coletados com os professores será usado o software Iramuteq. A reflexão sobre a experimentação será sistematizada através das considerações da educação dialógica proposta por Paulo Freire e a teóricos que discutem a experimentação no Ensino de Ciências, como Angotti (2015), Giacomini (2015), Pernambuco (2002) e Delizoicov (2008). Os resultados apontam que a aplicabilidade da experimentação ainda é considerada como um grande desafio pelos os docentes, sendo pouco desenvolvida na prática pedagógica. Os professores apontam a falta de materiais específicos para a realização da experimentação, como vidrarias e laboratório e a prioridade de atividades voltadas para a alfabetização, como alguns obstáculos presentes na prática docente contribuindo para a não inserção das aulas experimentais em suas práticas docente. Espera-se que este trabalho possa contribuir com os professores na discussão do tema, motivando o interesse e a curiosidade dos mesmos, desmistificando crenças e provocando a reflexão sobre a necessidade da mediação do conhecimento na experimentação.
                                        A TEORIA DO PROFESSOR REFLEXIVO NA PRÁTICA DOCENTE: ESTUDOS BIBLIOGRÁFICOS
                                        Curso Mestrado em Ensino de Ciências
                                        Tipo Dissertação
                                        Data 16/12/2021
                                        Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
                                        Orientador(es)
                                        • Ester Tartarotti
                                        Coorientador(es)
                                          Orientando(s)
                                          • Viviane Regina de Miranda
                                          Banca
                                          • Eliane Cerdas Labarce
                                          • Ester Tartarotti
                                          • Mirian Xavier
                                          • Suzete Rosana de Castro Wiziack
                                          • Vera de Mattos Machado
                                          Resumo Esta pesquisa aborda considerações sobre a teoria do professor reflexivo na prática docente e propõe uma reflexão crítica e intencional proveniente da prática e da ação do professor no âmbito da escola, ao observar e refletir para resolver os problemas encontrados em sala de aula. Com o intuito de promover contribuições acerca da temática e as concepções de educadores sobre o Professor-Reflexivo. Desse modo, apresentaremos as contribuições dos aportes teóricos referendados por Paulo Freire, Kenneth Zeichner e Donald Schön acerca da prática docente reflexiva. Para tanto foi realizada uma pesquisa exploratória de caráter qualitativo sobre a temática indicada, utilizando análise categorial de Bardin. Foi realizado um estudo bibliográfico na literatura da área de estudo do professore reflexivo, artigos publicados em periódicos, artigos publicados em eventos científicos, assim como bancos de dissertações e teses do Brasil de 2010 a 2020. Esta pesquisa buscou sinalizar meios de compreender a formação docente reflexiva acerca das práticas do professor reflexivo, identificando as dificuldades e os desafios que impedem o professor de avançar em sua prática profissional, com intuito de contribuir com prática pedagógica. Os trabalhos analisados apontam que existe um confronto entre as ideias e a prática de modo que a reflexão não é um hábito adquirido, mas construído ao longo de toda carreira docente. A reflexão da prática docente é algo complexo, e o movimento de ensino reflexivo estimula a reflexão fundamentada como um ciclo, o processo de reflexão, a fim de ampliar o poder crítico, de decisão de professores sobre sua profissão e a melhor forma de exercê-la, para assim promover a autonomia e a emancipação.
                                          EDUCAÇÃO CTS, TEORIA POLÍTICA CULTURAL DE GIROUX E A ABORDAGEM TEMÁTICA FREIRIANA: CONTRIBUIÇÕES PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS
                                          Curso Mestrado em Ensino de Ciências
                                          Tipo Dissertação
                                          Data 15/12/2021
                                          Área ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
                                          Orientador(es)
                                          • Wellington Pereira de Queiros
                                          Coorientador(es)
                                            Orientando(s)
                                            • Luan Flávio de Lara
                                            Banca
                                            • Dario Xavier Pires
                                            • Regiani Magalhães de Oliveira Yamazaki
                                            • Suzete Rosana de Castro Wiziack
                                            • Weimar Silva Castilho
                                            • Wellington Pereira de Queiros
                                            Resumo O presente trabalho trata de um caminho para a formação inicial de professores de Física a partir de uma perspectiva transformadora. A estrutura do trabalho é composta por capítulo de aporte teórico inicial, três artigos e análise preliminar dos dados. Artigo 1 articula três pilares primordiais: a teoria política cultural de Henry Giroux, a Pedagogia Paulo Freire e a Educação CTS. Durante a busca inicial acerca das conjunturas dos teóricos, foi levantada e escolhida a questão: Quais as potencialidades e os entraves do processo de inserção da perspectiva CTS/CTSA na componente curricular de Prática do ensino de Física de um curso de formação de professores? Manifestou-se a vontade de realizar o levantamento das produções acerca dos enfoques CTS para a formação dos professores de Ciências. Para tanto, seguem as análises do artigo 2. Os resultados apresentados configuram a necessidade de promoção de estratégias docentes que leve em consideração o modelo crítico-transformador. Os trabalhos analisados concentram-se na formação inicial e em episódios de formação continuada. Nesse sentido, no artigo 3 partiu-se em busca das concepções de licenciandos em Física da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul a respeito das questões conceituais e as relações entre Ciência, Tecnologia e Sociedade. Utilizou-se a Análise Textual Discursiva (ATD) para sistematizar e analisar as respostas. A análise dos questionários e das conexões estabelecidas com o referencial teórico evidenciou a concepção desvinculada das relações entre Ciência, Tecnologia e Sociedade a partir das situações abordadas no questionário. Em direção a um episódio de intervenção de formação docente, em construção está o artigo 4, que trata de um episódio de formação realizado em uma disciplina do Curso de Física da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, utilizando para tanto audiovisuais problematizadores com temas CTS em um processo de Investigação Temática para obtenção do tema gerador. O artigo 5 compreende um processo de politização docente através do enfrentamento de uma situação limite. Devido à pandemia imposta pela ocorrência da COVID-19, as aulas foram ministradas de maneira remota e gravadas. As discussões foram transcritas e serão analisadas utilizando-se os referenciais da articulação Freire-Giroux-CTS. Os resultados indicam a potencialidade desse tipo de percurso na formação inicial e aponta para a necessidade de episódios constantes de politização em direção a uma educação democrática. Espera-se com este trabalho, promover um episódio de formação emancipatória construído a partir da Educação CTS.
                                            Página 1 de 9 (20 de 170 registros).