Mestrado em Agronomia

Atenção! O edital referente ao processo seletivo e arquivos pertinentes ao curso estão disponíveis no site do curso.
Os resultados dos processos seletivos serão divulgados no site do curso.

Trabalhos

Trabalhos Disponíveis

TRABALHO Ações
Predição da germinação de sementes de soja utilizando teste de tetrazólio e inteligência computacional
Curso Mestrado em Agronomia
Tipo Dissertação
Data 03/05/2024
Área AGRONOMIA
Orientador(es)
  • Charline Zaratin Alves
Coorientador(es)
    Orientando(s)
    • Marcio Alves Fernandes
    Banca
    • Charline Zaratin Alves
    • Dthenifer Cordeiro Santana
    • Márcio Dias Pereira
    Resumo
    Download
      Relação de índices fenológicos e resistência a penetração do solo com a produtividade de algodão
      Curso Mestrado em Agronomia
      Tipo Dissertação
      Data 04/04/2024
      Área AGRONOMIA
      Orientador(es)
      • Job Teixeira de Oliveira
      Coorientador(es)
        Orientando(s)
        • Tulio Russino Castro
        Banca
        • Fernando Franca da Cunha
        • Job Teixeira de Oliveira
        • Paulo Eduardo Teodoro
        Resumo
        Download
          Semeadura de soja em taxa variável segundo variabilidade da CTC
          Curso Mestrado em Agronomia
          Tipo Dissertação
          Data 29/02/2024
          Área AGRONOMIA
          Orientador(es)
          • Fabio Henrique Rojo Baio
          Coorientador(es)
            Orientando(s)
            • Eduardo Klein Schlabitz
            Banca
            • Dthenifer Cordeiro Santana
            • Fabio Henrique Rojo Baio
            • Rafael Felippe Ratke
            Resumo
            Download
              Avaliação e predição das propriedades físicas e de qualidade de sementes de jatobá-do-cerrado processadas e armazenadas em diferentes condições, utilizando modelos de Machine Learning
              Curso Mestrado em Agronomia
              Tipo Dissertação
              Data 26/02/2024
              Área AGRONOMIA
              Orientador(es)
              • Paulo Carteri Coradi
              Coorientador(es)
                Orientando(s)
                • Daniel Fernando Figueirêdo Spengler
                Banca
                • DÁGILA MELO RODRIGUES
                • IZABELA CRISTINA DE OLIVEIRA
                • Paulo Carteri Coradi
                Resumo
                Download
                  Estoque de carbono e diversidade microbiológica em solos sob diferentes manejos nos biomas do Mato Grosso do Sul
                  Curso Mestrado em Agronomia
                  Tipo Dissertação
                  Data 16/02/2024
                  Área AGRONOMIA
                  Orientador(es)
                  • Rafael Felippe Ratke
                  Coorientador(es)
                    Orientando(s)
                    • Natielly Pereira da Silva
                    Banca
                    • Leandris Argentel Martinez
                    • Paulo Eduardo Teodoro
                    • Rafael Felippe Ratke
                    Resumo
                    Download
                      Plantio direto e plantas de cobertura afetam as propriedades químicas do solo e desempenho agronômico do milho
                      Curso Mestrado em Agronomia
                      Tipo Dissertação
                      Data 15/02/2024
                      Área AGRONOMIA
                      Orientador(es)
                      • Cassiano Garcia Roque
                      Coorientador(es)
                        Orientando(s)
                        • Fabio Lima Abrantes
                        Banca
                        • Cassiano Garcia Roque
                        • Paulo Eduardo Teodoro
                        • Rafael Ferreira Barreto
                        Resumo O manejo adequado do solo associado a plantas de cobertura é de fundamental importância nas práticas agrícolas para garantir o bom desenvolvimento da cultura e promover incrementos em produtividade. O objetivo foi avaliar a influência de diferentes sistemas de manejo do solo e plantas de cobertura nos componentes de produção e produtividade do milho e nas propriedades químicas do solo. O experimento foi conduzido em esquema fatorial 3 x 3, sendo três sistemas de preparo do solo (Sistema de Cultivo Mínimo – SCM, Sistema de Preparo Convencional – SPC e Sistema de Plantio Direto – SPD) e três plantas de cobertura (Urochloa ruziziensis “braquiária”, Nabo Forrageiro e Crotalaria spectabilis). O preparo do solo ocorreu em março de 2022 e em setembro de 2022 foram semeadas as plantas de cobertura e em janeiro de 2023 foi realizada a dessecação das plantas de cobertura e em fevereiro semeou-se o milho híbrido AS 1820 PRO3. Foram mensurados os componentes de produção e produtividade de grãos de milho e após a colheita foram coletadas amostras de solo para avaliação da composição química do solo. O sistema de plantio direto melhora a altura de inserção da espiga, altura final de plantas, diâmetro da espiga e a produtividade do milho. A braquiária favorece a altura final de plantas e número de fileira de grãos. O SPD proporciona condições favoráveis para o desenvolvimento das plantas, e a crotalária e a braquiária responderam melhor como planta de cobertura. O teor de matéria orgânica (MO) e carbono orgânico (CO) no solo foi influenciado pela interação dos sistemas de manejo e plantas de cobertura, sendo a crotalária seguida pela braquiária em SPD as coberturas que favorecem o aumento de MO e CO. O nabo em SPD não contribui positivamente para aumento da MO e CO. A capacidade de troca de cátions no solo foi menor no SPD. Há variação do pH do solo em função da interação sistemas de manejo e plantas de cobertura. No SPC e as plantas de cobertura crotalária e braquiária foram as condições que se obteve incrementos no teor de fósforo no solo. O teor de K é favorecido pela cobertura com braquiária e Mn pela crotalária seguida por braquiária, o teor de cobre (Cu) é maior no SCM seguido pelo SPC e o de Fe é maior no SPD seguido pelo SCM. Conclui-se que o sistema de plantio direto promoveu o melhor resultado em produtividade de milho e neste sistema a melhor planta de cobertura é a braquiária. As plantas de cobertura dependem do manejo de solo adotado.

                        Palavras-chave: Preparo de solo. Produtividade. Sistema de cultivo mínimo. Sistema de preparo convencional. Sistemas de plantio direto.
                        Download
                        Adubação fosfatada associada a microrganismos solubilizadores de fósforo aplicados à cultura da soja
                        Curso Mestrado em Agronomia
                        Tipo Dissertação
                        Data 15/02/2024
                        Área AGRONOMIA
                        Orientador(es)
                        • Rita de Cassia Felix Alvarez
                        Coorientador(es)
                          Orientando(s)
                          • Mateus Henrique Barbosa Morata
                          Banca
                          • IZABELA CRISTINA DE OLIVEIRA
                          • Rita de Cassia Felix Alvarez
                          • Sebastiao Ferreira de Lima
                          Resumo O sistema de cultivo de soja é complexo e demanda um conjunto de práticas visando minimizar
                          e mitigar os efeitos adversos, como pragas, doenças e o clima. Dentre os insumos utilizados, os
                          produtos à base de microrganismos destacando-se destacam, principalmente os solubilizadores
                          de fósforo. O objetivo deste trabalho foi verificar a influência do uso de bactérias
                          solubilizadoras de fósforo nas características agronômicas e produtividade em cultivo de soja
                          em diferentes doses de fósforo na região Nordeste do Mato Grosso do Sul. O delineamento
                          utilizado foi o de blocos casualizados em parcelas subdivididas, com quatro inoculações de
                          solubilizadores; T1 - Testemunha (adubo mineral), T2 - Bacillus. licheniformis (200 mL ha-1
                          ),
                          T3 - Pseudomonas + Azo (300 mL ha-1
                          ) e T4 - B. megaterium + B. subtilis 200 mL ha-1
                          , com
                          quatro repetições. Além de quatro doses de adubo mineral (0, 50, 75 e 100%) que foram
                          aplicados em pré-plantio. Foram avaliados altura de plantas e de inserção de primeira vagem,
                          comprimento de entrenós, número de vagens por planta, número de grãos por planta, massa de
                          cem grãos, produtividade de grãos. A utilização de bactérias solubilizadoras de fósforo
                          proporciona maior altura de planta, número de vagem por planta e massa de cem grãos, que são
                          características agronômicas indiretamente relacionadas a produtividade da cultura. As doses de
                          fósforo utilizadas de forma isolada influenciam o número e comprimento de entrenós e a
                          produtividade quando utilizado a dose de 50%.
                          Download
                          Desempenho de variedades de trigo e triticale em terceira safra na região do cerrado
                          Curso Mestrado em Agronomia
                          Tipo Dissertação
                          Data 12/02/2024
                          Área AGRONOMIA
                          Orientador(es)
                          • Ricardo Gava
                          Coorientador(es)
                            Orientando(s)
                            • Yasmin Calixto Milken
                            Banca
                            • Mayara Fávero Cotrim
                            • Rafael Ferreira Barreto
                            • Ricardo Gava
                            Resumo
                            Download
                              Desempenho agronômico de sementes de soja tratadas com produtos fitossanitários químicos e biológicos
                              Curso Mestrado em Agronomia
                              Tipo Dissertação
                              Data 09/02/2024
                              Área AGRONOMIA
                              Orientador(es)
                              • Elisangela de Souza Loureiro
                              Coorientador(es)
                                Orientando(s)
                                • Amanda Camargo Machado
                                Banca
                                • Eduardo Pradi Vendruscolo
                                • Elisangela de Souza Loureiro
                                • Luis Gustavo Amorim Pessoa
                                Resumo
                                Download
                                  Efeitos fisiológicos da aplicação de Níquel e Silício na cultura da soja
                                  Curso Mestrado em Agronomia
                                  Tipo Dissertação
                                  Data 08/02/2024
                                  Área AGRONOMIA
                                  Orientador(es)
                                  • Cid Naudi Silva Campos
                                  Coorientador(es)
                                  • Gustavo de Faria Theodoro
                                  Orientando(s)
                                  • Sérgio Cardoso Zoccal
                                  Banca
                                  • Cid Naudi Silva Campos
                                  • Rafael Felippe Ratke
                                  • Rafael Ferreira Barreto
                                  Resumo
                                  Download
                                    Metabólitos secundários e teor de nutrientes em híbridos de sorgo forrageiro sob déficit hídrico
                                    Curso Mestrado em Agronomia
                                    Tipo Dissertação
                                    Data 20/12/2023
                                    Área AGRONOMIA
                                    Orientador(es)
                                    • Gustavo de Faria Theodoro
                                    Coorientador(es)
                                    • Cid Naudi Silva Campos
                                    Orientando(s)
                                    • Tayná Lemos de Oliveira Cunha
                                    Banca
                                    • Dthenifer Cordeiro Santana
                                    • Gustavo de Faria Theodoro
                                    • Luis Carlos Vinhas Itavo
                                    Resumo O estresse hídrico pode comprometer o crescimento e produção do sorgo, principalmente se
                                    ocorrer em grande intensidade no estádio reprodutivo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a
                                    três híbridos de sorgo forrageiro submetidos a déficit hídrico, para verificar se o mesmo irá
                                    interferir na qualidade nutricional da planta. O experimento foi realizado com delineamento
                                    experimental de blocos ao acaso em esquema fatorial 3x2 com quatro repetições, com três
                                    híbridos de sorgo forrageiro e dois níveis de reposição da água evapotranspirada (50% e
                                    100% de AET). Foram avaliadas as variáveis: isoflavonas daidzeína (D1), daidzina (D2),
                                    genisteína (G1) e genistina (G2), determinação dos nutrientes foliares P, K, Ca, Mg, S, Mn e
                                    Zn, teor de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), fibra em detergente neutro (FDN) e
                                    material mineral (MM). As isoflavonas apresentaram teores diferentes entre os híbridos
                                    avaliados e sua maior quantidade foi em estresse hídrico do sorgo. Os teores foliares de
                                    fósforo e potássio e o teor de matéria seca são influenciados pelo déficit hídrico e híbridos de
                                    sorgo forrageiro. O híbrido Agri 002-E obteve maiores médias para estas variáveis em
                                    condição de estresse hídrico. As variáveis bromatológicas não foram afetadas pelo déficit
                                    hídrico. Os híbridos Brevant SS318 e o BRS 658 obtiveram maior teor de proteína bruta. O
                                    híbrido Agri 002-E, que não apenas demonstrou uma maior concentração de daidzeína e
                                    genistina, mas também revelou uma resposta mais eficiente à condição de déficit hídrico na
                                    concentração de S e P e maior teor de matéria seca. Além disso tal hibrido apresentou maiores
                                    valores de Ca e Mg, indicando uma eficiência diferenciada na absorção desses nutrientes.
                                    Download
                                    Resposta hiperespectral da cultura da soja em função da severidade da mancha alvo (Corynespora cassiicola)
                                    Curso Mestrado em Agronomia
                                    Tipo Dissertação
                                    Data 12/12/2023
                                    Área AGRONOMIA
                                    Orientador(es)
                                    • Fabio Henrique Rojo Baio
                                    Coorientador(es)
                                      Orientando(s)
                                      • José Donizete de Queiroz Otone
                                      Banca
                                      • Fabio Henrique Rojo Baio
                                      • Gustavo de Faria Theodoro
                                      • Rafael Ferreira Barreto
                                      Resumo No contexto atual da agricultura, a eficácia produtiva é fundamental para os agricultores, mas doenças, como a mancha alvo, continuam a prejudicar a produtividade da soja. O sensoriamento remoto, especialmente o sensoriamento hiperspectral, pode detectar essas doenças, mas tem desvantagens, como custo e complexidade. Os objetivos deste trabalho foram: identificar a variável de entrada (Bandas, Índices de vegetação e Reflectância) mais apropriado para as métricas trabalhadas (Classificação correta, Kappa e F-score) e identificar se há relação entre as bandas espectrais e índices de vegetação com os níveis de severidade da mancha alvo, produtividade e massa de grãos. O experimento foi realizado na safra 2022/23 em uma fazenda em Costa Rica/MS/BR, conduzido com diferentes tratamentos fungicidas, para se obter diferentes níveis de severidade da doença. Foram usados espectrorradiômetro e imagem de aeronave remotamente pilotada para coletar dados espectrais das folhas. Os dados foram submetidos a análises de aprendizado de máquina usando diferentes algoritmos. Os algoritmos RF (Floresta aleatória) e SVM (Máquina de vetor suporte) apresentaram melhor desempenho na classificação dos níveis de severidade da mancha alvo, utilizando reflectância. A análise multivariada mostrou que folhas saudáveis se destacam em comprimentos de onda específicos, enquanto as folhas doentes mostraram diferentes padrões espectrais. A detecção de doenças usando sensores hiperespectrais permitiu uma aquisição detalhada de informações. O estudo demonstrou que o sensoriamento remoto, especialmente sensores hiperespectrais e técnicas de aprendizado de máquina podem ser eficaz na detecção precoce e no monitoramento da mancha alvo em lavouras de soja, permitindo uma ação rápida para o controle e prevenção de perdas de produtividade.

                                      Palavras-chave: Glycine max. Sensoriamento remoto. Agricultura de Precisão.
                                      Download
                                      APRENDIZAGEM DE MÁQUINA PARA PREDIÇÃO DE VARIÁVEIS DENDROMÉTRICAS EM ESPÉCIES NATIVAS POR VARIÁVEIS HIPERESPECTRAIS
                                      Curso Mestrado em Agronomia
                                      Tipo Dissertação
                                      Data 27/09/2023
                                      Área AGRONOMIA
                                      Orientador(es)
                                      • Gileno Brito de Azevedo
                                      Coorientador(es)
                                        Orientando(s)
                                        • Enio Antonio Manfroi Filho
                                        Banca
                                        • Fabio Henrique Rojo Baio
                                        • Gileno Brito de Azevedo
                                        • Glauce Tais de Oliveira Sousa Azevedo
                                        Resumo O uso de sensoriamento remoto combinado com técnicas de aprendizagem de máquina (AM) é uma abordagem promissora para estimar o crescimento e a produtividade das árvores. Muitos estudos mostram melhorias na precisão das estimativas quando os modelos de AM são implementados em comparação com os métodos tradicionais. O objetivo deste estudo foi investigar o desempenho de Técnicas de AM e leituras espectrais para prever o diâmetro à altura do peito (DAP) e altura (Ht) de espécies florestais nativas por meio de variáveis hiperespectrais. A área de estudo compreendeu um povoamento florestal misto, no qual 195 árvores foram aleatoriamente amostradas. Para a aquisição dos dados hiperpectrais, foram realizadas leituras das reflectâncias foliares com o equipamento ASD FieldSpec® 4. Os comprimentos de onda obtidos pelas leituras espectrais, cuja faixa variou de 350 a 2500 nm, foram utilizados como variáveis de entrada dos modelos. As técnicas de AM testadas foram, Redes neurais artificiais (ANN), REPTree (DT), Árvore de decisão (M5P), Zero R (R), Floresta aleatória (RF) e Máquina de vetor suporte (SVM). Foram testadas duas configurações de inputs: 1) utilizando apenas os comprimentos de onda na predição das variáveis dendrométricas, sem inclusão da variável qualitativa espécie (SE) e, 2) utilizando os comprimentos de onda em conjunto com a variável qualitativa espécie (CE). O desempenho de cada algoritmo foi verificado usando coeficiente de correlação (r), o erro absoluto médio MAE e raiz quadrada do erro médio RMSE. Houve interação significativa entre inputs e algoritmos de AM para as variáveis r, MAE e RMSE. O algoritmo melhor ranqueado foi DT, tanto para DAP como para Ht em todos os testes. Houve diferença significativa quando utilizada a variável de entrada CE demonstrando melhora nos resultados de predição. Portanto, o estudo demonstra que é possível predizer DAP e Ht com relativa precisão utilizando-se de bandas espectrais como entrada nos modelos de AM testados. Quando incluída a variável qualitativa espécie, os algoritmos DT, M5P e SVM apresentaram melhor desempenho. Quando não incluída essa informação como entrada, verificou-se que o algoritmo RF obteve os melhores resultados devido à sua capacidade de predição e alta estabilidade.

                                        Palavras-chave: Inteligência computacional. Bandas espectrais. Mensuração Florestal. Sensoriamento hiperespectral.
                                        Download
                                        Sensor multiespectral e aprendizagem de máquina para classificação de híbridos de milho irrigado
                                        Curso Mestrado em Agronomia
                                        Tipo Dissertação
                                        Data 30/08/2023
                                        Área AGRONOMIA
                                        Orientador(es)
                                        • Job Teixeira de Oliveira
                                        Coorientador(es)
                                          Orientando(s)
                                          • João Lucas Gouveia de Oliveira
                                          Banca
                                          • Fabio Henrique Rojo Baio
                                          • Fernando Franca da Cunha
                                          • Job Teixeira de Oliveira
                                          Resumo No avanço da agricultura vem surgindo métodos de avaliação de fenótipos com o auxílio do sensoriamento e com técnicas de aprendizagem de máquinas. O objetivo do capítulo 1 é classificar híbridos de milho em diferentes manejos de irrigação por meio de imagens multiespectrais buscando o melhor algoritmo de aprendizagem de máquinas para a classificação e o input que melhore o desempenho dos modelos. O objetivo do capítulo 2 é encontrar o algoritmo de aprendizagem de máquinas mais acurado na classificação de híbridos de milho e determinar dados de entrada dos modelos que melhorem a performance dos algoritmos. O experimento foi implementado na área experimental da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul no município de Chapadão do Sul, Brasil. Os híbridos de milho utilizados no experimento foram: H1 (AS 1868), H2 (DKB 360), H3 (FS 615 PWU), H4 (K 7510 VIP3), H5 (NK 520 VIP3), H6 (P 3858 PWU), H7 (SS 182E VIP3) em dois manejos de irrigação (Irrigado e sequeiro). Após 60 dias de emergência da cultura foi utilizado o ARP Sensefly eBee RTK obtendo os comprimentos de onda (SB): Azul (475nm, B_475), verde (550 nm, G_550), vermelho (660 nm, R_660), borda do vermelho (735 nm, RE_735) e NIR (790 nm, NIR_790). Após obter os dados de SB foi possível a realização de cálculos de índices de vegetação (VIs). Os dados foram submetidos as análises de aprendizagem de máquina, testando seis algoritmos: Redes neurais artificiais (ANN), Árvores de decisão J48 (J48), REPTree (DT), Floresta aleatória (RF), Máquina de vetor suporte (SVM) e Regressão logística (RL) utilizado como padrão.
                                          Download
                                          Viabilidade econômica de irrigação por pivô central e balanço de nutrientes com cultivos de milho, feijão-caupi e soja
                                          Curso Mestrado em Agronomia
                                          Tipo Dissertação
                                          Data 04/08/2023
                                          Área AGRONOMIA
                                          Orientador(es)
                                          • Job Teixeira de Oliveira
                                          Coorientador(es)
                                            Orientando(s)
                                            • Lucas Platero Cabreira
                                            Banca
                                            • Job Teixeira de Oliveira
                                            • Rafael Felippe Ratke
                                            • Rubens Alves de Oliveira
                                            Resumo O uso da irrigação aumenta a produtividade, reduz a vulnerabilidade à seca e à variação climática e amplia a produção agrícola. O objetivo deste trabalho foi verificar a viabilidade econômica da implantação de irrigação por pivô central em cultivos de milho, feijão-caupi e soja. Para este estudo, considerou-se uma área irrigada por pivô central de 50 ha, simulando o cultivo rotativo na região de Paraíso das Águas, MS. Considerou-se a ET0 média histórica da região de 8 mm dia-1 para dimensionamento dos projetos e manejo da irrigação. Foi feito o cálculo de indicadores financeiros em função de coeficientes técnicos de cultivo para a região. De maneira geral, observou-se que, em média, 62,1% dos custos totais de produção do sistema agrícola de milho, feijão-caupi e soja são destinados ao preparo, ao plantio, aos tratos culturais e à colheita, e 34,8%, à irrigação (investimento com equipamentos hidráulicos e infraestrutura, energia, depreciação e manutenção). A rentabilidade (VPL) das safras de milho, de feijão-caupi e de soja foi de R$ 360,33, R$ 1.798,41 e R$ 2.052,97 ha-1 , respectivamente, um total R$ 4.211,71 ha-1 ano-1, valor que proporciona ganho para o produtor, gerando emprego e desenvolvimento para a região. A implantação de um sistema de irrigação por pivô central 50 ha é viável para o cultivo de milho, feijão-caupi e soja, considerando um horizonte de 4 anos e 9 meses de retorno do capital investido nas condições do estudo.
                                            Palavras-chave: Custo de produção. Irrigação de precisão. Rentabilidade econômica
                                            Download
                                            Predição de produtividade de sementes de soja usando atributos do solo e aprendizagem de máquina
                                            Curso Mestrado em Agronomia
                                            Tipo Dissertação
                                            Data 16/06/2023
                                            Área AGRONOMIA
                                            Orientador(es)
                                            • Ricardo Gava
                                            Coorientador(es)
                                              Orientando(s)
                                              • Leonardo Bezerra da Silva
                                              Banca
                                              • Larissa Pereira Ribeiro Teodoro
                                              • Rafael Ferreira Barreto
                                              • Ricardo Gava
                                              Resumo Existem diversas pesquisas que buscaram entender como os atributos químicos do solo
                                              influenciam a produtividade de grãos de soja. Essas pesquisas utilizaram, em sua maioria,
                                              técnicas de geoestatística e análise multivariada para demonstrar o efeito de variáveis
                                              como teor de matéria orgânica, CTC, argila sobre os componentes produtivos e
                                              desempenho fisiológico da soja. O objetivo da pesquisa foi testar diferentes atributos
                                              químicos como entrada em modelos de aprendizagem de máquina para estimar a
                                              produtividade de sementes de soja. O presente trabalho foi conduzido utilizando o banco
                                              de dados (BD) de solo e produtividade de grãos da sementeira ATTO Sementes para a
                                              cultura da soja cultivada na safra 2020/2021. Os atributos de solo avalidos foram pH,
                                              capacidade de troca catiônica (CTC), saturação por bases (V%), teor de argila, matéria
                                              orgânia (MO). A produtividade foi obtida por meio da geração de um mapa de colheita,
                                              pelo sistema integrado JDLink da Colhedora John Deere S790. A correlação de Pearson
                                              foi realizada para verificar a interrelação entre as variáveis de solo analisadas e a
                                              produtividade. Os dados foram submetidos as análises de aprendizagem de máquina
                                              (redes neurais artificiais, regressão linear, M5P, REPTree, random forest e máquina de
                                              vetor suporte). Foram testadas seis configurações de conjuntos de dados de entrada: pH,
                                              CTC, V%, altitude, argila e todas as informações juntas. Como variável de saída (output)
                                              dos algoritmos foi utilizado a produtividade da soja A utilização de todas as variáveis de
                                              solo (pH, CTC, SB, teor de argila e MO) associado ao modelo de aprendizagem de
                                              máquina random forest possibilita predizer a produtividade de sementes de soja com alta
                                              precisão.
                                              Download
                                              Eficiência, seletividade e análise de custo de herbicidas aplicados em pós-emergência no controle de algodão (Gossypium hirsutum) voluntário, resistente ao glifosato, na cultura da soja (Glycine max)
                                              Curso Mestrado em Agronomia
                                              Tipo Dissertação
                                              Data 08/03/2023
                                              Área AGRONOMIA
                                              Orientador(es)
                                              • Sebastiao Ferreira de Lima
                                              Coorientador(es)
                                                Orientando(s)
                                                • Claudemir Marcos Theodoro
                                                Banca
                                                • Meire Aparecida Silvestrini Cordeiro
                                                • Sebastiao Ferreira de Lima
                                                • Suelen Cristina da Silva Moreira
                                                Resumo Com o crescimento no setor agrícola, a sucessão de culturas tem sido uma prática cada vez mais utilizada pelos produtores rurais, e diante desse cenário vem os desafios no manejo de tigueras da cultura anterior que por sua vez possuem a mesma tecnologia de manejo de plantas daninhas, que consiste na resistência ao glifosato, inviabilizando seu uso para controle de plantas remanescentes da cultura anterior. No capítulo 1 o trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar ferramentas que agregam no manejo do algodão RR dentro da cultura da soja, para isso foi utilizado quatro diferentes herbicidas lactofen, fomesafem, flumicloraque e imazetapir, em dois momentos de aplicação nos estádios de desenvolvimento da cultura, V3 e V9, visando a seletividade e eficiência de controle. O imazetapir se mostrou mais seletivo a cultura, porém não foi eficiente no controle da planta voluntárias. O lactofen quando aplicado em V9, causou maior dano fitotóxico e, consequentemente, diminuição na produtividade da soja, já em uma única aplicação em V3, se mostrou eficiente. Os tratamentos com fomesafem também demostraram boa eficiência de controle e produtividade, já os tratamentos com flumicloraque foram os que se destacaram com as melhores produtividade. No Capítulo 2, objetivou-se uma análise de custo de aplicação dos herbicidas, onde o imazetapir se mostrou mais econômico e seletivo, porém foi o que menos agregou na produtividade, o lactofen em uma única aplicação em V3 foi satisfatório, assim como os tratamentos com fomesafem. Já os tratamentos com flumicloraque foram os que se destacaram com os maiores ganhos econômicos. Concluiu-se que para o manejo do algodão voluntario RR na cultura da soja, o flumicloraque se demostrou mais eficiente e com maiores produtividade ao final do ciclo da cultura. O imazetapir, apresentou incremento na produtividade da soja, porém não foi eficiente em nenhum dos momentos da aplicação para o controle do algodão voluntario RR.

                                                Palavras-chave: Tecnologia de aplicação, Rentabilidade econômica, Eficácia agronômica.
                                                Download
                                                Aplicação foliar de Azospirillum brasilense isolada e em associação a adubação nitrogenada na cultura do milho
                                                Curso Mestrado em Agronomia
                                                Tipo Dissertação
                                                Data 08/03/2023
                                                Área AGRONOMIA
                                                Orientador(es)
                                                • Rita de Cassia Felix Alvarez
                                                Coorientador(es)
                                                • Meire Aparecida Silvestrini Cordeiro
                                                Orientando(s)
                                                • Édipo Silva Freitas
                                                Banca
                                                • Rafael Ferreira Barreto
                                                • Rita de Cassia Felix Alvarez
                                                • Sebastiao Ferreira de Lima
                                                Resumo RESUMO: O milho (Zea mays L.) está entre as espécies mais cultivadas no Brasil, que o produz em larga escala. O nitrogênio é um dos nutrientes mais requerido pela cultura de milho. Uma alternativa para diminuir o uso dos fertilizantes nitrogenados é por meio da aplicação de bactérias do gênero Azospirillum que realizam a fixação biológica de nitrogênio. Assim, objetivou-se avaliar o efeito da aplicação foliar de Azospirillum brasilense, isolada e em associação a adubação nitrogenada, na atividade microbiológica do solo, nos componentes de produção e produtividade de grãos na cultura do milho. O experimento foi realizado em blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram: adubação com nitrogênio (66 kg ha-1) em cobertura, aplicações foliares de Azospirillum brasilense Ab-V5 (0,5 L ha-1) e A. brasilense Ab-V5 e Ab-V6 (0,5 L ha-1) isolados e em associação com nitrogênio mineral (33 kg ha-1), aplicados em V3 e V6, e o tratamento controle. Foram realizadas as avaliações microbiológicas de carbono da biomassa microbiana do solo, a respiração microbiana do solo, o quociente metabólico, a porcentagem de colonização de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) e a densidade de esporos de FMAs. Na cultura foram avaliados a altura de planta, diâmetro do colmo, número de fileiras por espiga, número de grãos por fileira, massa de 100 grãos e produtividade de grãos. A inoculação com A. brasilense (trat. 3) foi eficaz no aumento do teor de clorofila. A aplicação foliar de Azospirillum brasilense de forma isolada proporcionou maiores valores para diâmetro de colmo, massa de cem grãos e produtividade de grãos, assemelhando-se a adubação com nitrogênio mineral.

                                                Palavras-chave: Bactérias Fixadoras de Nitrogênio. Inoculante. Suplementação de Nitrogênio.
                                                Download
                                                Discriminação de espécies de eucalipto utilizando aprendizagem de máquina e variáveis hiperespectrais
                                                Curso Mestrado em Agronomia
                                                Tipo Dissertação
                                                Data 08/03/2023
                                                Área AGRONOMIA
                                                Orientador(es)
                                                • Larissa Pereira Ribeiro Teodoro
                                                Coorientador(es)
                                                  Orientando(s)
                                                  • Rosilene Estevão
                                                  Banca
                                                  • Glauce Tais de Oliveira Sousa Azevedo
                                                  • Larissa Pereira Ribeiro Teodoro
                                                  • Paulo Eduardo Teodoro
                                                  Resumo RESUMO: A identificação de espécies arbóreas é muito importante para o manejo e monitoramento dos recursos florestais. A identificação de espécies com base em bandas espectrais obtidas através de um sensor hiperespectral, combinados com técnicas de aprendizagem de máquina (AM) pode contribuir para a construção de tecnologias que possibilitem a realização de inventários florestais precisos, reduzindo mão de obra e tempo. Neste estudo, foi investigada a eficácia da classificação de espécies florestais usando imagens hiperespectrais de cinco espécies de eucalipto (Eucaliptus camaldulensis, Corymbia citriodora, E. saligna, E. grandis e E. urophyla). Primeiro, foram realizadas leituras espectrais coletadas das 200 folhas de cada espécie e dividido em três conjuntos de dados: um conjunto contendo 50 amostras por espécie, um segundo conjunto com 100 amostras por espécie, e um terceiro conjunto com 200 amostras por espécie. Os modelos de AM testados foram: Regressão logistica (RL), redes neurais artificiais Perceptron Multicamadas (RNA), árvore de decisão (algoritmos J48 e REPTree) e floresta aleatória (RF). As classificações das espécies florestais foram realizadas pelos cinco modelos de AM em uma validação cruzada estratificada aleatória. Após a obtenção da porcentagem de classificação correta e F-measure as médias foram agrupadas pelo teste Scott-Knott a 5% de probabilidade. O modelo de AM mais preciso na identificação de espécies de eucalipto foi a RNA. Não houve diferença estatística na porcentagem de classificação correta entre os três tamanhos dos conjuntos de dados. Portanto, 50 folhas são suficientes para diferenciar as espécies de eucalipto avaliadas.

                                                  Palavras-chave: Inteligência computacional. Bandas espectrais. Estudos Florestais. Sensoriamento hiperespectral.
                                                  Download
                                                    Plantas de cobertura influenciam a efetividade de agentes de controle biológico e plantas de cobertura no manejo de Pratylenchus brachyurus e Helicotylenchus dihystera na cultura da soja.
                                                    Curso Mestrado em Agronomia
                                                    Tipo Dissertação
                                                    Data 02/03/2023
                                                    Área AGRONOMIA
                                                    Orientador(es)
                                                    • Elisangela de Souza Loureiro
                                                    Coorientador(es)
                                                    • Elisangela de Souza Loureiro
                                                    • Acacio Aparecido Navarrete
                                                    Orientando(s)
                                                    • Karoline Günther
                                                    Banca
                                                    • Elisangela de Souza Loureiro
                                                    • Lucas Henrique Fantin
                                                    • Luis Gustavo Amorim Pessoa
                                                    Resumo O uso de plantas de coberturas é uma das principais estratégias para manejo de nematoides. Contudo, assim como a influência nos nematoides, as coberturas podem também alterar a dinâmica dos agentes de controle biológico. O objetivo geral do trabalho foi de avaliar a interação entre os agentes de controle biológico e diferentes coberturas no controle populacional do nematoide das lesões radiculares (Pratylenchus brachyurus) e do nematoide espiralado (Helicotylenchus dihystera) na cultura da soja. O experimento foi realizado na safra 2021/22, utilizando o delineamento experimental em blocos casualisados, em esquema fatorial, com níveis compostos por coberturas (Crotalaria spectabilis, Brachiaria ruziziensis, milho e pousio) e agentes biológicos: Testemunha; Bacillus subtilis + B. licheniformis; B. methylotrophicus; Purpureocillium lilacinum + Trichoderma harzianum; Pochonia chlamydosporia e Abamectina, totalizando 6 tratamentos. Aos 15 dias após o plantio foram realizadas as análises agronômicas de estande inicial, comprimento e peso de raiz, e altura de planta para ambos os alvos. No momento do plantio (0), 30, 60 e 90 dias foram realizadas as análises populacionais de Pratylenchus brachyurus e Helicotylenchus dihystera presentes no solo e raiz. Posteriormente a colheita da soja foram semeadas as coberturas, Crotalaria spectabilis, Brachiaria ruziziensis, Zea mays, além de área de pousio. Para as coberturas, foram realizadas análises nematológicas aos 90 dias após o plantio. Para estande, o uso de Bacillus spp. e P. lilacinum + T. harzianum promoveu melhor crescimento das plantas, enquanto para as variáveis altura, comprimento e peso de raiz as coberturas apresentaram melhor desempenho, com destaque para crotalária e braquiária. Para o nematoide das lesões radiculares e Helicotylenchus dihystera, os tratamentos compostos por Bacillus spp. apresentaram maior porcentagem de redução aos 90 dias após o plantio. O uso de produtos biológicos é eficiente nas características agronômicas e redução dos níveis populacionais de nematoides. Para a produtividade as maiores médias foram obtidas utilizando os produtos à base de Bacillus spp. e com Crotalaria spectabilis. Não houve interação entre os agentes de controle biológico e plantas de coberturas. O uso de produtos biológicos é eficiente nas características agronômicas e redução dos níveis populacionais de nematoides. As plantas de cobertura que desfavoreceram a multiplicação dos nematoide foram a crotalária, braquiária e pousio para P. brachyurus e braquiária para H. dihystera.
                                                    Download
                                                      Página 1 de 9 (20 de 161 registros).