Doutorado em Ciência Animal

Atenção! O edital referente ao processo seletivo e arquivos pertinentes ao curso estão disponíveis no site do curso.
Os resultados dos processos seletivos serão divulgados no site do curso.

Trabalhos

Trabalhos Disponíveis

TRABALHO Ações
COMPONENTES GENÉTICOS SOBRE A RESISTÊNCIA E SUSCEPTIBILIDADE DE BOVINOS AO CARRAPATO RHIPICEPHALUS (BOOPHILUS) MICROPLUS: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA
Curso Doutorado em Ciência Animal
Tipo Tese
Data 03/05/2024
Área ZOOTECNIA
Orientador(es)
  • Fabio Jose Carvalho Faria
Coorientador(es)
    Orientando(s)
    • Isadora Inácio Sousa
    Banca
    • Fabiane Siqueira
    • FRANCISCA FERNANDA DA SILVA ROBERTO
    • Jéssica Gomes Rodrigues
    • Marlene de Barros Coelho
    • Vinicius da Silva Rodrigues
    Resumo
    ENRIQUECIMENTO AMBIENTAL SOCIAL E SENSORIAL COMO ESTRATÉGIAS PARA OTIMIZAR O BEM-ESTAR DE EQUINOS EM CONDIÇÕES DE ESTRESSE DE CURTA DURAÇÃO
    Curso Doutorado em Ciência Animal
    Tipo Tese
    Data 29/04/2024
    Área ZOOTECNIA
    Orientador(es)
    • Viviane Maria Oliveira dos Santos
    Coorientador(es)
      Orientando(s)
      • Ana Caroline Bini de Lima
      Banca
      • Fabiana Ribeiro Caldara
      • Marina Pagliai Ferreira da Luz
      • Nivaldo Karvatte Junior
      • Reíssa Alves Vilela
      • Viviane Maria Oliveira dos Santos
      Resumo
      Suplementação com óleo essencial e extrato aquoso de manjericão (Ocimum basilicum) na dieta de pacu (Piaractus mesopotamicus)
      Curso Doutorado em Ciência Animal
      Tipo Tese
      Data 05/04/2024
      Área ZOOTECNIA
      Orientador(es)
      • Jayme Aparecido Povh
      Coorientador(es)
        Orientando(s)
        • Rebeca Maria Sousa
        Banca
        • Arlene Sobrinho Ventura
        • Carlos Eurico dos Santos Fernandes
        • Jayme Aparecido Povh
        • Milena Wolff Ferreira
        • Ruy Alberto Caetano Correa Filho
        Resumo A aquicultura tem sido cada vez mais importante para suprir a necessidade crescente por pescado, o que tem impulsionado a intensificação dos sistemas de cultivo. Neste sentido, o correto manejo alimentar é fundamental para os peixes, principalmente para espécies Neotropicais como o pacu (Piaractus mesopotamicus) que, em geral, a exigência nutricional não se encontra completamente estabelecida. Nesse contexto, o uso de plantas medicinais, como o manjericão (Ocimum basilicum), como aditivos alimentares é um atrativo devido aos seus compostos bioativos. Esses aditivos podem intensificar o crescimento, reduzir o estresse, estimular o apetite e fortalecer a imunidade dos peixes. O estudo objetivou avaliar o uso do manjericão em duas formas (óleo essencial e extrato aquoso) como aditivo alimentar na dieta de pacu, considerando o desempenho de crescimento, resíduo muscular, histologia intestinal e parâmetros hematológicos após estresse simulado por transporte. Foram utilizados três tratamentos: (i) dieta controle (sem incorporação de O. basilicum) (ii) 0,5% de óleo essencial de O. basilicum incorporado na dieta; (iii) 0,5% de extrato aquoso de O. basilicum incorporado na dieta. Juvenis de pacu (23 g ± 0,08, n=180) foram distribuídos nas unidades experimentas (caixas de 300 L) dos três tratamentos. Foram utilizadas seis repetições (seis caixas) por tratamento. Após a biometria final aos 45 dias de cultivo os peixes foram submetidos a simulação de transporte por 4 horas para avaliar o efeito dos tratamentos ao manejo de transporte. Os principais constituintes observados no óleo essencial foram metil chavicol (70,81%) e linalol (22,04%); para o extrato aquoso foram observados teores de taninos de 262,59±24 mg kg-1, sendo que estes constituintes foram parcialmente retidos na musculatura. A taxa de retenção do óleo essencial na ração ficou em torno de 50%, e para o extrato aquoso variou entre 77 e 82%. Os resultados demonstraram que a inclusão de manjericão na dieta não teve efeito significativo no desempenho produtivo dos peixes. Os peixes suplementados com extrato aquoso apresentaram menor altura da mucosa intestinal (16,28 µm) em relação aos demais tratamentos. A simulação de transporte por 4 horas aumentou a concentração da glicose (basal, pós-estresse e de recuperação) nos peixes suplementados com extrato aquoso em relação aos peixes do grupo controle. Conclui-se que a suplementação de 0,5% de manjericão (Ocimum basilicum), nas formas de óleo essencial (quimiotipo metil chavicol/linalol) e extrato aquoso, não apresentou efeitos benéficos no desempenho produtivo, morfologia intestinal e atenuação do estresse de transporte simulado em pacu (Piaractus mesopotamicus).
        Avaliação econômica comparativa da atividade de pecuária de corte de ciclo completo sob as perspectivas de ano fiscal e ano safra
        Curso Doutorado em Ciência Animal
        Tipo Tese
        Data 28/02/2024
        Área ZOOTECNIA
        Orientador(es)
        • Ricardo Carneiro Brumatti
        Coorientador(es)
          Orientando(s)
          • Yuri Braga de Shiguer Yamasaki
          Banca
          • Andre Rozemberg Peixoto Simões
          • Fabio Jose Carvalho Faria
          • Gustavo de Faria Theodoro
          • Ricardo Antonio Amaral de Lemos
          • Ricardo Carneiro Brumatti
          Resumo O objetivo desta tese foi avaliar o cenário atual da pecuária de corte, aspectos mercadológicos e a gestão de custos agropecuários como ferramenta frente as adversidades sob o enfoque da análise da curva ABC, fluxo de caixa, indicadores técnicos-econômicos, demonstrativo de resultado do exercício e período de apuração do resultado. Após o levantamento das metodologias de gestão de custos e dos principais indicadores eles foram aplicados em 10 propriedades rurais distribuídas em três estados: Mato Grosso do Sul (8 fazendas), São Paulo (1 fazenda) e Mato Grosso (1 fazenda), juntas operando no sistema de criação "ciclo completo", as informações foram tratas de forma consolidada, no período de julho de 2020 a junho de 2023. Os resultados permitiram uma análise detalhada da estrutura de custos da propriedade, destacando a importância de cada componente na atividade. A análise da Curva ABC revelou que os custos mais significativos foram os relacionados aos insumos nutricionais e mão de obra. O Fluxo de Caixa indicou que a propriedade manteve um fluxo positivo em todos os ciclos produtivos, acumulando um saldo final de R$ 22.803.332 ao término da avaliação. No Demonstrativo de Resultado do Exercício, foram observadas variações na margem bruta, com o valor mais baixo ocorrendo na safra 2021/22 (- R$ 1.222.396) e o mais alto na safra 2020/21 (R$ 19.236.824). A comparação da metodologia de avaliação financeira ao longo do ano agrícola (julho a junho) com o ano civil (janeiro a dezembro) revelou discrepâncias significativas nos valores. Além disso, ao analisar os resultados por períodos semestrais durante as safras, foi possível identificar um padrão sazonal na produção e comercialização dos animais, o que reforça a importância da utilização do ano agrícola como base para essa atividade.
          Modelagem bioeconômica para populações bovinas da raça Nelore em diferentes sistemas de produção
          Curso Doutorado em Ciência Animal
          Tipo Tese
          Data 28/02/2024
          Área ZOOTECNIA
          Orientador(es)
          • Ricardo Carneiro Brumatti
          Coorientador(es)
            Orientando(s)
            • Renata Felisberto Henriques
            Banca
            • Fabio Jose Carvalho Faria
            • Gilberto Romeiro de Oliveira Menezes
            • Luis Carlos Vinhas Itavo
            • Ricardo Carneiro Brumatti
            • Susana Amaral Teixeira Manso
            Resumo É reconhecida a importância econômica da pecuária de corte no bioma Cerrado brasileiro, entretanto com a otimização dos processos é possível superar as expectativas do setor. Ao considerar os fatores de desempenho e financeiros por meio de modelos computacionais simulados é possível traçar avaliações bioeconômicas que contemplem a produtividade e a viabilidade econômica na bovinocultura de corte. Visando desenvolver uma modelagem bioeconômica, primeiramente foi desenvolvido um modelo de simulação para gerar informações de rebanho Nelore em diferentes sistemas de produção nas condições ambientais do bioma Cerrado. Dados extraídos da literatura foram empregados na concepção de seis modelos simulados, os quais representam distintos sistemas de produção: sistema modal (extensivo), sistema de produção melhorado 1, sistema de produção melhorado 2, sistema de produção melhorado 3, sistema de produção melhorado 4 e sistema de produção melhorado 5. A simulação foi realizada de forma estocástica por meio da utilização da matriz de Leslie, caracterizando os modelos estruturados por idade, incorporando probabilidades específicas por faixa etária, taxas de sobrevivência das matrizes, bem como a taxa de sobrevivência para bezerras. As principais variáveis abordadas nos modelos de simulação de rebanho incluíram informações quantitativas, tais como o número de animais no rebanho e variáveis de peso relacionadas às categorias de novilhas e novilhos de corte, e vacas à maturidade. Para a inclusão de dados econômicos à modelagem, foi criado um segundo algoritmo, em continuidade aos dados de rebanho, que simularam os valores para receita, custos e lucro nos seis sistemas de produção simulados. A receita por sistema foi simulada com base na média da arroba entre 2021 e 2023, segundo o indicador do boi gordo do CEPEA/B3 e considerou a variância correspondente a rendimento de carcaça e gordura. Os parâmetros relacionados aos custos de produção foram derivados dos custos de produção do Beef Report 2023 da ABIEC. O lucro bruto resultante de cada sistema foi obtido pela diferença entre receita e custo. Para verificar e avaliar a qualidade do ajuste das variáveis simuladas foram conduzidas análises de correlação e regressão, considerando um nível de significância de 5%. Toda a modelagem e análises estatísticas desenvolvidas foram geradas usando comandos programados no ambiente R. Os resultados destacam uma robusta e positiva correlação (variando de 0,93 a 0,99) (p < 0,05) entre os dados observados e os simulados, evidenciando a capacidade do atual modelo de simulação bioeconômica em replicar todos os sistemas analisados. A análise de regressão foi empregada para contrastar os dados observados e simulados, revelando uma regressão linear significativa para todas as variáveis examinadas (p<0,05). Essa significância, aliada a um elevado coeficiente de determinação, sugere que tais variáveis podem ser adequadamente previstas pelos modelos de simulação bioeconômica. Os modelos avaliados demonstraram capacidade em prever rebanhos e dados econômicos, desde a produção extensiva até a mais intensiva de gado de corte em sistemas de ciclo completo. A ferramenta desenvolvida permite sua aplicação em diferentes contextos, viabilizando avaliações abrangentes para orientar investidores e produtores na gestão eficiente dos recursos animais e econômicos na atividade pecuária.
            Desenvolvimento e avaliação de um software para avaliação de carcaças bovinas por ultrassom
            Curso Doutorado em Ciência Animal
            Tipo Tese
            Data 27/02/2024
            Área ZOOTECNIA
            Orientador(es)
            • Marina de Nadai Bonin Gomes
            Coorientador(es)
            • Rodrigo da Costa Gomes
            • Wesley Nunes Goncalves
            Orientando(s)
            • Jaqueline Rodrigues Ferreira Cara
            Banca
            • Leandro Lunardini Cardoso
            • Lucy Mery Antonia Surita
            • Marina de Nadai Bonin Gomes
            • Saulo da Luz e Silva
            • Wesley Nunes Goncalves
            Resumo
            Informações genômicas na avaliação genética de características de crescimento em bovinos Senepol
            Curso Doutorado em Ciência Animal
            Tipo Tese
            Data 20/02/2024
            Área ZOOTECNIA
            Orientador(es)
            • Andréa Alves do Egito
            Coorientador(es)
              Orientando(s)
              • Gabriel de Morais Pereira
              Banca
              • Andréa Alves do Egito
              • Gilberto Romeiro de Oliveira Menezes
              • Ivan Carvalho Filho
              • Mariana Mamedes de Moraes
              • Susana Amaral Teixeira Manso
              Resumo A raça Senepol, caracterizada como uma raça taurina adaptada, se destaca por associar adaptabilidade ao ambiente tropical com elevados índices de fertilidade, habilidade materna e maciez da carne. Entretanto, não há na literatura mundial estudos que tenham apresentado os componentes de (co)variância e os parâmetros genéticos com o uso de informações genômicas para características de crescimento na raça Senepol, bem como o impacto da genômica nas estimativas e predições. Desta forma, objetivou-se neste estudo avaliar os efeitos da inclusão das informações genômicas na estimação dos componentes de (co)variância, parâmetros genéticos e predição dos valores genéticos para características de crescimento na raça Senepol. Foram utilizados fenótipos de 73.547 e genótipos de 6.463 animais da raça Senepol para peso ao nascer (PN), peso aos 120 dias (P120), peso à desmama (PD), peso ao sobreano (PS) e ganho de peso pós desmama (GPD). Os componentes de co(variância) e os parâmetros genéticos foram estimados através de BLUP convencional e single-step genomic BLUP (ssGBLUP) em análises uni e bicaracterísticas com todas as combinações possíveis entre as características consideradas. Além disso, a estimação dos valores genéticos (VGEs) foram realizadas a partir das análises bi características de cada peso com o PS, com ou sem a inclusão da genômica. A habilidade de predição das análises foi realizada através do método de regressão linear (RL), em dois cenários de validação com banco de dados completo e reduzidos, o primeiro (I) com a retirada dos fenótipos de animais jovens e o segundo (II) com a retirada dos fenótipos de touros genotipados e de suas progênies. As estimativas de herdabilidade variaram de 0,05 a 0,30 e de 0,05 a 0,29 para análises sem e com genômica, respectivamente. A inclusão da genômica no modelo não provocou grandes mudanças nas estimativas de variâncias, herdabilidades e correlações para nenhuma das características avaliadas. O PS foi a característica que apresentou a maior estimativa de herdabilidade, indicando uma maior resposta à seleção quando comparadas com outras características. As estimativas de correlações genéticas foram todas positivas entre as características, variando de 0,19 a 0,95, indicando que a seleção para peso em determinada idade influenciará, no mesmo sentido, o peso nas demais idades. Quanto às predições dos valores genéticos, a inclusão da genômica nas análises levou ao aumento de, em média, 5% e 11%, dos valores de acurácia nos cenários I e II, respectivamente. Além disso, a inclusão da genômica também proporcionou aumento das correlações entre o valor genético estimado com os dados completos e com os dados reduzidos e reduziu o viés de predição em ambos os cenários de validação. O PS também apresentou os maiores valores de acurácia, o que poderá proporcionar uma maior resposta a seleção em relação às outras características avaliadas. A inclusão de genômica tem pouca influência nas estimativas de herdabilidade de bovinos Senepol, porém proporciona ganhos em acurácia para as características de crescimento avaliadas, gerando maiores ganhos genéticos relacionados à seleção genômica. Ganhos genéticos indiretos para pesos podem ser obtidos através da seleção e o PS é a característica que proporcionará maior resposta à seleção na raça Senepol.
              Mormo na equideocultura brasileira: identificação e caracterização de Burkholderia mallei em equídeos com e sem manifestações clínicas
              Curso Doutorado em Ciência Animal
              Tipo Tese
              Data 02/02/2024
              Área ZOOTECNIA
              Orientador(es)
              • Andréa Alves do Egito
              Coorientador(es)
                Orientando(s)
                • Paula Adas Pereira Súniga
                Banca
                • Andréa Alves do Egito
                • Antonio Francisco de Souza Filho
                • Fernando Leandro dos Santos
                • Flábio Ribeiro de Araújo
                • Lenita Ramires dos Santos
                Resumo O mormo, uma doença infectocontagiosa que afeta predominantemente equídeos (equinos, muares e asininos), é provocado pela bactéria Burkholderia mallei, um cocobacilo Gram-negativo, não fermentador e imóvel. Esta zoonose, que foi declarada erradicada no Brasil em 1960, reemergiu nos anos 2000 com a detecção de equídeos soropositivos, sobretudo na região nordeste do país. Os equídeos, que totalizam 116 milhões globalmente e 6,7 milhões no Brasil, desempenham um papel crucial na economia e na sobrevivência das pessoas. A manutenção da saúde desses animais por meio de práticas apropriadas de manejo sanitário, como recomenda o Programa Nacional de Sanidade dos Equídeos, é essencial para a sustentabilidade e rentabilidade do setor agropecuário, além de ser importante para o bem-estar animal. Com isso, o objetivo do trabalho foi evicendiar a presença de B. mallei em equídeos sintomáticos e assintomáticos, buscando a caracterização ampla de cepas brasileiras. Neste estudo, evidenciamos a detecção de B. mallei em equídeos soropositivos para mormo em todas as cinco regiões geográficas do Brasil por meio de PCR específica para a espécie, diretamente de tecidos ou culturas bacterianas, seguida de sequenciamento do amplicon. Este achado amplia a possibilidade de isolamento de cepas e a realização de caracterizações epidemiológicas baseadas em informações moleculares. Adicionalmente, houve a detecção microbiológica de B. mallei em culturas de swabs nasais e palatinos o que sugere a eliminação do agente para o meio ambiente. Além desses, o caso de uma égua assintomática com titulos de anticorpos positivos para B. mallei foi investigado por meio de uma abordagem multifacetada que englobou o cultivo microbiológico, a espectrometria de massa e o sequenciamento total do genoma. A cepa foi identificada como B. mallei por PCR e confirmada por espectrometria de massa MALDI-TOF. O sequenciamento do genoma completo revelou um tamanho de genoma de 5,51 Mb com um conteúdo de GC de 65,8%, 5.871 genes (incluindo 4 genes de rRNA e 53 genes de tRNA) e 5.583 sequências codificantes de DNA (CDSs). Foram detectados 227 pseudogenes previstos e análise in silico de diferentes loci genômicos permitiu a diferenciação do isolado de B. mallei da Burkholderia pseudomallei. A cepa BAC 86/19 foi identificada como linhagem 3, sub-linhagem 2, que inclui outras cepas do Brasil, Índia e Irã. O
                sequenciamento do genoma desta cepa fornece dados relevantes para pesquisas futuras que busquem aprimorar o diagnóstico e potencial tratamento desta doença, além de estudos voltados para o agente infeccioso e sua epidemiologia. Em suma, o presente trabalho contribui de maneira significativa para a compreensão da epidemiologia do mormo no Brasil, destacando a importância da detecção e caracterização molecular de B. mallei para o controle e prevenção da doença. Ademais, os estudos ressaltam a necessidade de vigilância contínua, mesmo em equídeos assintomáticos. Esta pesquisa reforça a necessidade de uma abordagem integrada para o controle do mormo pois existem implicações econômicas e zoonóticas significativas.
                Características estruturais e morfogênicas de culturas de Interesse Zotécnico
                Curso Doutorado em Ciência Animal
                Tipo Tese
                Data 15/12/2023
                Área ZOOTECNIA
                Orientador(es)
                • Alexandre Menezes Dias
                Coorientador(es)
                  Orientando(s)
                  • Anderson Ramires Candido
                  Banca
                  • Alexandre Menezes Dias
                  • Diego Gomes Freire Guidolin
                  • Elson Martins Coelho
                  • Gelson dos Santos Difante
                  • Vanessa Zirondi Longhini
                  Resumo O milheto se destaca como uma alternativa para ser cultivado em diferentes tipos de clima e solo. Por sua flexibilidade de usos, rusticidade, tolerância a solos de baixa fertilidade, ao déficit hídrico e períodos de veranico, característicos das regiões do Cerrado, além de apresentar boa produção de massa verde e seca. O presente estudo teve como objetivo i) selecionar híbridos de milheto (Pennisetum sp) que apresentem potencial para ensilagem; e, ii) comparar o híbrido selecionado às culturas tradicionais (milho e sorgo) para ensilagem. O período experimental compreendeu dois anos agrícolas 20/21 e 21/22, no período das águas. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 3 (híbridos ou culturas) x 2 (anos), sendo: experimento i) três híbridos de milheto BAMH 210076, BAMH 210015 e ADRf 6010; e, experimento ii) três culturas, milho KWS 9555, sorgo BRS 658 e milheto ADRF 6010 Valente, ambos com quatro blocos. Como resultados, no experimento (i), constatou-se altas produtividades de massa seca e massa verde encontradas no híbrido ADRf 6010, consequentemente mais massa de folhas e colmo, e que a variável altura de planta (AP) pode ser indicativa da estimativa de produção na escolha entre híbridos de milheto. No experimento (ii), o milheto produziu maior massa verde e seca, comparado as culturas de milho e sorgo, sendo um indicativo de cultura que sofre menos efeito na produção com as alterações do clima durante seu desenvolvimento.
                  Sensoriamento remoto na identificação e caracterização de culturas de interesse zootécnico
                  Curso Doutorado em Ciência Animal
                  Tipo Tese
                  Data 14/12/2023
                  Área ZOOTECNIA
                  Orientador(es)
                  • Alexandre Menezes Dias
                  Coorientador(es)
                    Orientando(s)
                    • Juliana Oliveira Batistoti
                    Banca
                    • Alexandre Menezes Dias
                    • CAROLINA MARQUES COSTA
                    • Eva Nara Oliveira Gomes
                    • Gelson dos Santos Difante
                    • Jose Marcato Junior
                    • LUCIANA JUNGES
                    Resumo O objetivo deste estudo é fornecer uma revisão integrativa sobre a utilização do sensoriamento remoto na identificação e caracterização de culturas de interesse zootécnico; e avaliar a precisão no modelo YOLO-v8 na detecção de plantas de milho. O primeiro capítulo teve como objetivo identificar as principais tecnologias utilizadas na diferenciação para caracterização agronômica de culturas. O protocolo de revisão foi desenvolvido em que os termos de busca foram previamente testados e baseados na estratégia PVO, onde população (P): culturas milho (Zea mays), milheto (Pennisetum sp.) e sorgo (Sorghum bicolor); as variáveis (V) de interesse: foram tecnologias utilizadas na obtenção de imagens e metodologias aplicadas ao processamento; resultados (O): variáveis agronômicas e diferenciação). A questão norteadora foi: Quais as principais tecnologias utilizadas na diferenciação das culturas milho, sorgo e milheto para caracterização agronômica? As bases de dados utilizadas foram Scopus (Elsevier), Web of Science (Coleção principal), Science Direct e CAB direct e a busca foi realizada até 14 de setembro de 2022. A pesquisa identificou 585 artigos de pesquisa; no entanto, apenas 35 foram considerados elegíveis e incluídos devido à sua robustez metodológica para extração de dados. A cultura mais utilizada foi o milho (80,00%). Dentre os estudos as plataformas de sensoriamento remoto mais utilizadas na obtenção de imagens foram as baseadas em VANT (74,28%). Os softwares de processamento das imagens mais utilizados foram Agisoft Metashape (37,14%). As variáveis agronômicas (82,85%) foram mais abordadas, sendo elas biomassa, altura e produtividade. No segundo capítulo o objetivo foi avaliar o modelo YOLO-v8 na detecção de plantas de milho em estádio inicial de crescimento a fim de potencializar a produção da cultura. Um conjunto de dados foi construído para avaliar o método selecionado, foi utilizada uma proporção de 60% dos dados para treinamento (338 recortes de imagem), 20% para teste (113 recortes de imagem) e 20% para validação (113 recortes de imagem), totalizando 564 recortes de imagens e 39765 rótulos. O valor de mAP0,5 encontrado neste estudo foi 90,5 %, indicando que o método YOLO-v8, constitui uma abordagem promissora para o desenvolvimento de ferramentas para a estimativa de plantas de milho, e o monitoramento agrícola.
                    Respostas do capim-quênia submetido a doses de nitrogênio sob lotação intermitente
                    Curso Doutorado em Ciência Animal
                    Tipo Tese
                    Data 29/09/2023
                    Área ZOOTECNIA
                    Orientador(es)
                    • Gelson dos Santos Difante
                    Coorientador(es)
                    • Denise Baptaglin Montagner
                    • Alexandre Romeiro de Araujo
                    Orientando(s)
                    • Marislayne de Gusmão Pereira
                    Banca
                    • Alexandre Romeiro de Araujo
                    • Denise Baptaglin Montagner
                    • Gelson dos Santos Difante
                    • Valéria Pacheco Batista Euclides
                    • Vanessa Zirondi Longhini
                    Resumo O objetivo do estudo foi avaliar o efeito de doses de nitrogênio (N) sobre a estrutura do dossel, o acúmulo e a taxa de acúmulo de forragem, o valor nutritivo, e a dinâmica do perfilhamento em pastos de Panicum maximum cv. BRS Quênia. O delineamento foi o de blocos casualizados. Os tratamentos foram quatro doses de N, 75, 150, 225 e 300 kg de N/ha/ano (N75, N150, N225 e N300, respectivamente), com quatro repetições. A frequência de pastejo foi definida pelo momento em que o dossel interceptava 95% da luz incidente, e a intensidade de pastejo foi de 50% da altura de pré-pastejo. As pastagens foram manejadas sob lotação intermitente. Foram avaliadas as características estruturais, a massa de forragem (MF), o acúmulo (AF), a taxa de acúmulo (TAF), o valor nutritivo da forragem, a densidade populacional de perfilhos (DPP), a taxa de aparecimento de perfilho (TAP), a taxa de mortalidade de perfilho (TMP) e o índice de estabilidade populacional (IE) durante as estações do ano. Houve interação entre as doses de N e as estações do ano para o intervalo entre pastejo (p<0,0001) e as altura de pré (p=0,0038) e pós-pastejo (p=0,0002), que diminuíram com o aumento da dose de N. A MF no pré-pastejo (p=0,0052), o AF (p=0,0214) e a TAF aumentaram linearmente com o incremento na dose de N. As concentrações de proteína bruta (PB) e a digestibilidade da matéria orgânica (DIGMO), apresentaram aumentos lineares (p=0,0060). As maiores DPP e TMP foram observadas nas maiores doses de N, independente da estação do ano. O aumento das doses de N causou modificações na estrutura do dossel, aumentos no acúmulo e o valor nutritivo da forragem, aumentou o período de uso e promoveu um maior aparecimento e mortalidade de perfilhos sem comprometer a estabilidade populacional dos pastos de capim-quênia. Se tratando de uso do capim-quênia em sistema de produção animal em pasto, a dose de 75N é considerada insuficiente para o correto aproveitamento do período das águas. A dose de 150N é a dose mínima para a cultivar avaliada. A dose de 300N permitiu maior aproveitamento do período das águas, com mais ciclos de pastejo, e antecipação no uso depois do período seco, devido ao efeito residual do N. Entretanto, o menor acúmulo de forragem da dose de 300N quando comparado a dose de 225N, indica que a dose de 225N proporciona maior capacidade de suporte, além de valor nutritivo semelhante a dose de 300N, sendo, das doses avaliadas a mais indicada para intensificação dos sistemas de produção. Contudo, uma avaliação econômica deve ser feita para avaliar o incremento na produção x preço do adubo.
                    Download
                    DESEMPENHO PRODUTIVO DO HÍBRIDO PINTADO AMAZÔNICO NA FASE INICIAL DE PRODUÇÃO EM TECNOLOGIA DE BIOFLOCOS (BFT)
                    Curso Doutorado em Ciência Animal
                    Tipo Tese
                    Data 29/09/2023
                    Área ZOOTECNIA
                    Orientador(es)
                    • Jayme Aparecido Povh
                    Coorientador(es)
                      Orientando(s)
                      • Ricardo Henrique Bastos de Souza
                      Banca
                      • Jayme Aparecido Povh
                      • Julio Guerra Segura
                      • Milena Wolff Ferreira
                      • Ruy Alberto Caetano Correa Filho
                      • Susana Amaral Teixeira Manso
                      Resumo A aquicultura, setor em constante crescimento nos últimos anos, é uma importante fonte de proteína de origem animal para alimentação humana. No entanto, há desafios a serem enfrentados, uma vez que a produção atualmente se concentra em um número limitado de espécies e carece de tecnologias nos sistemas de produção que possam aperfeiçoar o cultivo de espécies neotropicais sul-americanas. O presente estudo avaliou o desempenho zootécnico de juvenis de Pintado amazônico (fêmea Pseudoplatystoma spp x macho Leiarius marmoratus) em dois sistemas de cultivo: sistema de tecnologia de bioflocos (BFT) e sistema de recirculação de água (RAS). O estudo utilizou um delineamento inteiramente casualizado com dois tratamentos e quatro repetições. Cada repetição tinha um volume de 1000 litros e recebeu 250 alevinos com 0.072 ± 0.001 g (peso ± dp). Os peixes foram alimentados até a saciedade aparente três vezes ao dia (8:00, 13:00 e 18:00), com o programa de alimentação dividido em duas etapas ao longo de 28 dias: (i) do Dia 1 ao Dia 7 receberam rações microextrusadas (3 mm e 60% de proteína bruta), e (ii) ração extrusada (0,8–1,5 mm e 45% de proteína bruta) do Dia 8 ao Dia 28. Os bioflocos coletados no sistema BFT continham aproximadamente 36,86% de proteína bruta, 1,38% de lipídios e 34,30% de cinzas. Os sistemas de produção RAS e BFT apresentaram variáveis de qualidade da água semelhantes, embora tenha havido concentrações mais altas de nitrato e ortofosfato no BFT. O comprimento padrão dos peixes produzidos no sistema BFT foi maior (P<0,05) do que os produzidos no RAS a partir dos 14 dias de produção, enquanto o peso dos peixes produzidos pelo BFT foi maior (P<0,05) do que os peixes do RAS em todos os períodos de avaliação (7, 14, 21 e 28 dias). No entanto, as taxas de sobrevivência foram maiores (P<0,05) nos peixes produzidos no RAS em comparação com aqueles produzidos no BFT. Não houve diferenças significativas na biomassa final, ganho de biomassa, índice de conversão alimentar, índice hepatossomático e índice viscossomático entre BFT e RAS. Os peixes produzidos no BFT apresentaram composição de matéria seca, níveis de lipídios e teor de cinzas mais altos (P<0,05), enquanto o RAS apresentou maior teor de proteína bruta (P<0,05). Em relação à morfologia intestinal, não houve diferenças significativas no diâmetro médio do tubo, altura e largura média das vilosidades, nem na espessura média da mucosa e submucosa entre os peixes produzidos no BFT e RAS. O estudo atual revelou que a técnica de BFT é adequada para a larvicultura do Pintado amazônico, com os peixes apresentando melhor crescimento e ganho de peso em comparação com o sistema RAS. Esses resultados destacam a importância da pesquisa para identificar as melhores práticas de manutenção do BFT, com o objetivo de melhorar a sobrevivência do Pintado amazônico.
                      Download
                      Frequências de pastejo como estratégias de manejo do capim-zuri sob lotação intermitente
                      Curso Doutorado em Ciência Animal
                      Tipo Tese
                      Data 25/09/2023
                      Área ZOOTECNIA
                      Orientador(es)
                      • Gelson dos Santos Difante
                      Coorientador(es)
                      • Denise Baptaglin Montagner
                      • Alexandre Romeiro de Araujo
                      Orientando(s)
                      • Jéssica Gomes Rodrigues
                      Banca
                      • Alexandre Romeiro de Araujo
                      • Denise Baptaglin Montagner
                      • Gelson dos Santos Difante
                      • Valéria Pacheco Batista Euclides
                      • Vanessa Zirondi Longhini
                      Resumo Práticas de manejo do pastejo que modificam a entrada de luz no dossel promovem alterações nas respostas morfofisiológicas das plantas, gerando necessidade de estudos aplicados que busquem o entendimento das relações de causa-efeito. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de quatro frequências de pastejo nas características produtivas, morfogênicas, estruturais e valor nutritivo do Panicum maximum cultivar BRS Zuri (capim-zuri). O experimento foi realizado na Embrapa Gado de Corte, Campo Grande/MS, no período de outubro de 2020 a abril de 2022. O delineamento experimental foi o de blocos completos casualizados, com quatro tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos por quatro frequências de pastejo, representadas pelos níveis de interceptação de luz (IL) no pré-pastejo, de 80%IL, 85%IL, 90%IL e 95%IL no capim-zuri sob lotação intermitente. A intensidade de pastejo foi mantida fixa em 50% da altura de entrada para os quatro tratamentos. Para o artigo 1 foram avaliadas características produtivas, estruturais e o valor nutritivo. No artigo 2 foram avaliados a dinâmica do perfilhamento e o fluxo de tecidos. No artigo 3 foi avaliada a dinâmica do rebaixamento dos pastos, tendo como hipótese que as diferentes estruturas formadas pelos tratamentos poderiam alterar a eficiência de colheita pelos animais. A altura do dossel, massa de forragem (MF), acúmulo de forragem (AF) e intervalo entre pastejos (IEP) se ajustaram a um modelo de regressão linear, com incrementos à medida que se aumentou a IL pelo dossel, já a taxa de acúmulo de forragem (TAF) se ajustou a um modelo quadrático. Os níveis de 90%IL e 95%IL mantiveram a altura de pré-pastejo constante ao longo das estações, com médias de 65 e 75 cm, respectivamente. A densidade populacional de perfilhos (DPP), a porcentagem de proteína bruta (PB) e a digestibilidade in vitro da matéria orgânica (DIGMO) diminuíram com o aumento dos níveis de IL pelo dossel. As menores DPP, PB e DIGMO para todas as frequências de pastejo ocorreram no inverno21. A maior MF (9626,1 kg/ha de MS) e o maior AF (4738,4 kg/ha de MS) foram observadas no verão21/22 para os pastos manejados com 95%IL, já a maior TAF foi estimada nos pastos manejados com 90%IL. Na primavera21, foram encontrados os maiores teores de PB da folha (15,53%) em pastos manejados com 80%IL. Para dinâmica do rebaixamento, a frequência e intensidade de desfolhação se ajustou a um modelo de regressão linear, com incrementos à medida que se aumentou o nível de IL no pré-pastejo. A eficiência de utilização do pasto pelos animais foi crescente, com aumentos de 16,7%, 17,1%, 10,9%, e 4,1%, para folhas expandidas, folhas em expansão, pseudocolmo e perfilho estendido, respectivamente, quando o dossel passou de 80%IL para 95%IL. Pastos de capim-zuri manejados com maior frequência de desfolhação apresentam maior valor nutritivo e melhor composição morfológica quando comparados aos manejados com 95%IL no pré-pastejo. A diminuição gradativa na altura e da DPP para pastos manejados com 80%IL podem ser indicativos do comprometimento da capacidade produtiva e da persistência do capim-zuri. Quando o processo de rebrotação foi interrompido com 90% IL, a taxa de acúmulo de forragem foi maior e permitiu maior número de ciclos de pastejo e melhor valor nutritivo. Na dinâmica do rebaixamento, a IL influenciou a estrutura do dossel do capim-zuri e alterou a forma de exploração do dossel forrageiro pelos animais. A IL de 80% proporcionou em uma dieta rica em folhas, baixa proporção de colmos e menor tempo para reestabelecimento do dossel. Já os pastos manejados com 95%IL apresentaram menor relação folha:colmo, porém com maior massa de forragem que, permitiu maior taxa de lotação instantânea.
                      Download
                      EFEITO DO ANÁLOGO DA SUBSTÂNCIA APAZIGUADORA BOVINA (ASAB) SOBRE O BEM-ESTAR E REPRODUÇÃO DE FÊMEAS NELORE SINCRONIZADAS PARA IA EM TEMPO FIXO
                      Curso Doutorado em Ciência Animal
                      Tipo Tese
                      Data 25/08/2023
                      Área ZOOTECNIA
                      Orientador(es)
                      • Gumercindo Loriano Franco
                      Coorientador(es)
                        Orientando(s)
                        • Eduardo de Assis Lima
                        Banca
                        • Eliane Vianna da Costa e Silva
                        • Fabio Jose Carvalho Faria
                        • Gumercindo Loriano Franco
                        • Ivo Pivato
                        • Marcelo Vedovatto
                        Resumo O objetivo desta tese foi avaliar o efeito do análogo da substância apaziguadora bovina (ASAB) sobre o temperamento e parâmetros reprodutivos de fêmeas Nelore sincronizadas para IA em tempo fixo. Na revisão de literatura, inicialmente foi abordado a fisiologia geral do estresse e fisiologia reprodutiva, relatando as respostas fisiológicas e comportamentais do organismo a estímulos adversos causados por diversos fatores, como condições climáticas, mudanças no ambiente, alterações nutricionais, transporte e manejo. Sobre a importância do estresse na fisiologia reprodutiva, foram abordados dois tópicos específicos, estresse e reprodução e estresse e taxa de gestação. Esses dois últimos tópicos, versam sobre os impactos negativos do estresse a saúde e a produtividade dos animais, bem como a relação do estresse e reprodução, enfatizando a hiper estimulação do eixo hipotalâmico-hipofisário-adrenal (HHA) e as disfunções hormonais que prejudicam a fertilidade e o desempenho reprodutivo. O último tópico foi dedicado a uma síntese sobre os feromônios, bem como seu mecanismo de ação. No capítulo 1, um estudo avaliando os efeitos do análogo da substância apaziguadora bovina (ASAB) no início do protocolo de inseminação artificial em tempo fixo (IATF) e subsequente mudança no peso corporal (PC), escore de condição corporal (ECC), temperamento, qualidade do manejo, sujidade na região perineal, variáveis ovarianas, taxa de gestação, tamanho do concepto e variáveis séricas de novilhas Nelore foi realizado. Os dados utilizados foram provenientes de um estudo utilizando vinte e nove novilhas selecionadas de acordo com temperamento, ECC e diâmetro do folículo ou corpo lúteo e que posterirormente foram alocadas de forma aleatória em dois tratamentos:1 - Solução Salina ou 2 - ASAB (n = 15), ambas as soluções foram aplicadas topicamente entre os cornos na região da nuca. Desta forma foi observado os seguintes resultados: as novilhas do tratamento ASAB apresentaram maior PC no d 30 (394 vs. 392 ± 0.77; P = 0.05) e maior ECC entre o d -9 ao d 30 (0.05 vs. -0.21 ± 0.05; P < 0.01). As novilhas com tratamento ASAB vs. Salina tendeu a ter um menor escore de entrada (P ≤ 0.09) e sujidade na região perineal (P ≤ 0.06), não foi observado efeito tratamento para escore de tronco (P ≤ 0.39), escore de saída (P = 0.64), tempo para inseminar (P ≤ 0.49), percentual de agressão (P ≤ 0.96) e acidente (P ≤ 0.61). Novilhas do tratamento ASAB vs. Salina apresentaram maior (P ≤ 0.02) escore de estro e taxa de monta (100% vs. 50.0 ± 0.09%) e nenhum efeito foi observado para as variáveis ovarianas, progesterona, taxa de gestação e tamanho de concepto. Além do mais, tratamentos não diferiram nas variáveis séricas. Portanto, o ASAB aumentou PC, ECC, escore de estro e taxa de monta e tendeu a diminuir o temperamento do escore de entrada e sujidade na região perineal. No capítulo 2, foi realizado um estudo que avaliou os efeitos do análogo da substância apaziguadora bovina (ASAB) no início do protocolo de inseminação artificial em tempo fixo (IATF) e subsequente mudança no escore de condição corporal (ECC), temperamento, qualidade do manejo, sujidade na região perineal, variáveis de estro, variáveis ovarianas, taxa de prenhez, tamanho do concepto e variáveis séricas de vacas Nelore. Sessenta e oito vacas (multíparas) foram selecionadas de acordo com temperamento e ECC e posterirormente alocadas de forma aleatória em dois tratamentos:1) Solução Salina (Salina; 0,9 NaCl; n =
                        34) ou; ASAB (n = 34) ambas as soluções foram aplicadas topicamente entre os cornos na região da nuca (5 mL/vaca). Durante o d -11 ao d 7, as vacas foram mantidas em dois piquetes, separadas por tratamento e então (d 7 ao d 60) reagrupadas em um único grupo. O ECC foi avaliado no d -11, 0, 7, 14 e d 30. O temperamento foi avaliado utilizando o escore de entrada e escore de saída e o escore de tronco, nos d -11,-2, 0, 7, 14 e 30, no mesmo período foi realizado as coletas de sangue. Os achados observados foram; diferença para dia no ECC ângulo de garupa e visual (P < 0.01), nas variáveis de temperamento, não foi observado diferenças entre os tratamentos (P = 0.68) e nas variáveis qualidade de manejo, agressão (P = 0.08) e tempo para inseminar (P = 0.10). Contudo, observamos que as vacas do tratamento ASAB tenderam a ser mais calmas durante o manejo e desprenderam menos tempo para inseminar em relação ao tratamento Salina. Sendo assim, a ASAB administrada no décimo primeiro dia antes da IA, não interferiu no ECC, temperamento, sujidade na região perineal, variáveis de estro, variáveis ovarianas, progesterona, taxa de gestação, tamanho de concepto e variáveis séricas.
                        Palavras - Chave: estresse; gado de corte; produção
                        Restrição alimentar parcial em juvenis de tambaqui (Colossoma macropomum)
                        Curso Doutorado em Ciência Animal
                        Tipo Tese
                        Data 30/06/2023
                        Área ZOOTECNIA
                        Orientador(es)
                        • Ruy Alberto Caetano Correa Filho
                        Coorientador(es)
                          Orientando(s)
                          • Thiago Santana Cotrim
                          Banca
                          • Jayme Aparecido Povh
                          • Julio Guerra Segura
                          • Milena Wolff Ferreira
                          • Ruy Alberto Caetano Correa Filho
                          • Susana Amaral Teixeira Manso
                          Resumo A restrição alimentar é uma prática utilizada na produção de peixes com o objetivo de otimizar o desempenho produtivo e reduzir os custos de produção. No entanto, os efeitos da restrição alimentar parcial, ainda não foram completamente elucidados. Portanto, objetivou-se no presente estudo avaliar os efeitos da restrição alimentar parcial no desempenho zootécnico, saúde, processamento da carcaça, composição bromatológica, morfologia do tecido muscular esquelético e estrutura celular do intestino e fígado de tambaquis (Colossoma macropomum) ao final do período de restrição e durante o período de realimentação. Ao início do experimento, os peixes apresentaram peso e comprimento padrão médio de 168,7 g ± 9,40 g e 16,81 cm ± 0,40 cm, respectivamente, e foram alojados por 112 dias em um sistema de recirculação de água (SRA). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, divido em três grupos experimentais de manejo alimentar: grupo controle, restrição parcial 1 (RP1) e restrição parcial 2 (RP2), considerando-se a caixa de criação como a unidade experimental. O manejo alimentar utilizado com base na taxa de alimentação durante 28 dias em cada grupo Experimental foi: Controle com 3,5% do peso vivo; restrição parcial 1 (RP1) com 1% do peso vivo; e restrição parcial 2 (RP2) com 0,5% do peso vivo. Em seguida, os peixes de todos os grupos experimentais foram submetidos a taxa de alimentação de 3% do peso vivo por 56 dias e, em seguida, de 2,5% do peso vivo por mais 28 dias. As biometrias foram realizadas em cinco momentos (dia 0, 28, 56, 84, 112), as amostras sanguíneas e os índices hepatossomático e de gordura visceral, tecido muscular fígado e intestino foram coletadas em três momentos (Dia 0, 28, 112). Aos 28 dias, os grupos submetidos à restrição alimentar apresentaram pior desempenho produtivo (P<0,05); menores níveis de colesterol e triglicerídeo, (P<0,05); menores índices hepatossommátaticos e de gorduravisceral em relação ao grupo controle (P<0,05), sem, no entanto,alterar as variaveis sanguíneas e histológicas do musculo, fígado e intestino. Ainda aos 28 dias, ocorreram valores menores de matéria mineral e proteína bruta e maiores de extrato etéreo e energia bruta nos grupos RP1 e RP2 em relação ao Controle. Após 56 dias de experimentação, os animais submetidos à restrição alimentar mostraram maior eficiência no ganho de peso e na conversão alimentar, porém seu peso final ainda foi inferior ao grupo controle. No dia 84, somente o grupo RP2 apresentou diferenças significativas em relação ao grupo controle, exibindo pior desempenho em peso final, comprimento total e comprimento padrão. O desempenho produtivo nas duas estratégias de restrição foi recuperado em 112 dias, independentemente da estratégia utilizada nos primeiros 28 dias. As variáveis bioquímicas, índices hepatossomáticos, gordura visceral e composição bromatológica também se normalizaram nesse período. Não houve alterações nas variáveis de rendimento corporal e hematológicas. Ao considerar a biomassa total, observou-se que a restrição menos severa (1% do PV) alcançou resultados semelhantes ao grupo controle mais rapidamente (momento dia 84) em comparação com a restrição mais severa (0,5% do PV; momento dia 112). Conclui-se que a redução da alimentação até 0,5% durante 28 dias (equivalente a uma redução de 85,7%) é uma estratégia viável e interessante em vários aspectos para juvenis de C. macropomum, não comprometendo sua produção, comportamento hipertrófico, hiperplasico do musculo estriado esquelético e a morfologia celular do fígado e intestino, desde que seja seguido um período de recuperação de 84 dias.
                          Palavras-chave: Crescimento Compensatório, Parâmetros sanguíneos, Crescimento muscular, Manejo alimentar

                          XILANASE EM DIETAS PARA AVES: REVISÃO SISTEMÁTICA
                          Curso Doutorado em Ciência Animal
                          Tipo Tese
                          Data 30/06/2023
                          Área ZOOTECNIA
                          Orientador(es)
                          • Charles Kiefer
                          Coorientador(es)
                            Orientando(s)
                            • Gislaine da Cunha de Andrade
                            Banca
                            • Charles Kiefer
                            • Danilo Alves Marçal
                            • Elis Regina de Moraes Garcia
                            • Giovana Cristina Giannesi
                            • Ricardo Carneiro Brumatti
                            Resumo O uso de enzimas exógenas tornou-se indispensável ao longo dos anos em dietas para não ruminantes. Realizou-se um estudo com o objetivo de avaliar o desempenho técnico-econômico de frangos de corte alimentados com dietas suplementadas com xilanase por meio de uma revisão sistemática. As publicações revisadas por pares foram inclusas nessa revisão por meio da plataforma de banco de dados on-line Google Acadêmico . As buscas foram realizadas entre os meses de janeiro de 2021 a janeiro de 2023, sendo selecionados estudos envolvendo o uso de xilanases comerciais a partir de 2011 com as palavras-chave utilizadas “xilanase”, “frangos de corte” para as pesquisas. Os critérios secundários de elegibilidade foram: estudos de desempenho com no mínimo 40 dias, com três dietas (formulação de acordo com as exigências nutricionais sem xilanase, dieta com redução energética sem xilanase e dieta com redução energética contendo xilanase), o banco de dados on-line continha cerca de 10.390 publicações. Uma vez averiguadas as publicações, oito artigos foram selecionados, com total de 11.761 animais utilizados, a atividade enzimática variando entre 12.000 e 24.000 BXU e as reduções energéticas variando entre 50 e 150 Kcal de EM/kg. Foram avaliados dados de desempenho e esses foram submetidos a uma avaliação econômica ao final das análises. Os resultados demonstram que, dietas om redução energética com inclusão de xilanase apresentam custo por tonelada, custo, receita, lucro e margem bruta superior as dietas dieta basal e a dieta com redução energética. Os cenários padrão e pessimista demonstram que as dietas com xilanase são mais lucrativas em relação às demais, mesmo com valores quatro vezes maiores da enzima no mercado. As variáveis de desempenho foram superiores para dieta basal em relação as dietas dieta com redução energética e dieta com redução energética com xilanase. Ainda que haja eficiência econômica por parte das dietas com inclusão de xilanase e redução energética, proporcionando um custo nutricional inferior em relação a dieta basal e dieta com redução energética. A inclusão de xilanase em dietas com redução energética para frangos de corte proporciona resultados inferiores a dieta basal e resultados superiores a dieta com redução energética.

                            Palavras-chave: aditivos, avicultura, carboidrases, custos, desempenho, fatores antinutricionais;
                            Caracterização e termoanálise de variedades de cana-de-açúcar no bioma Cerrado.
                            Curso Doutorado em Ciência Animal
                            Tipo Tese
                            Data 28/02/2023
                            Área ZOOTECNIA
                            Orientador(es)
                            • Alexandre Menezes Dias
                            Coorientador(es)
                              Orientando(s)
                              • Pamela Kerlyane Tomaz
                              Banca
                              • Alexandre Menezes Dias
                              • Elson Martins Coelho
                              • Gelson dos Santos Difante
                              • JOICE FERREIRA DE QUEIROZ
                              • Luis Carlos Vinhas Itavo
                              Resumo O objetivo foi avaliar os caracteres agronômicos, químicos e bromatológicos de doze variedades de cana-de-açúcar (IAC: 86-2210; 86-2480; 87-3396; 93-6006, RB:72-454; 73-9735; 75-8540; 86-7515, e SP: 79-2233; 80-1842; 80-3280; 81-3250), com o intuito de auxiliar na tomada de decisão na escolha da variedade mais adequada para a alimentação de animais ruminantes. No capítulo 1, um estudo foi desenvolvido com o objetivo de caracterizar a composição química e agronômica de variedades de cana-de-açúcar para a alimentação de ruminantes durante os anos de 2018 e 2019. Foram determinadas a altura (ALT), comprimento de colmo (CC), número de nó na planta (N. NÓ), distância entrenós (DEN), diâmetro (DIÂ), número de folhas, (NF), comprimento da folha (CF), largura da folha (LF), matéria seca (MS), matéria orgânica (MO), proteína bruta (PB), fibra em detergente neutro (FDN), fibra em detergente ácido (FDA), carboidratos não fibrosos (CNF), digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS), digestibilidade in vitro da matéria orgânica (DIVMO). O experimento foi instalado em delineamento de blocos casualizados. As correlações foram obtidas pela análise de correlação de Pearson e pelo teste t. As variedades RB 86-7515 e RB 72-454 são as com maior viabilidade para utilização na nutrição animal. No capítulo 2 o objetivo foi determinar o comportamento térmico de doze variedades de cana-de-açúcar por meio da Termogravimetria e Termogravimetria derivada do colmo da cana-de-açúcar de interesse comercial. Realizou-se a caracterização do potencial energético do colmo por meio da Termogravimetria e Termogravimetria Derivada (TG-DTG). A degradação da variedade RB 75-8540 apresentou a menor perda de massa equivalente a 92,38 %, seguida da variedade IAC 87-3396 com uma perda de massa de 94,52 %. Comparando as curvas termogravimétricas das doze variedades a SP 81-3250 destacou-se com a maior perda de massa 97,04 %, a mesma teve um processo de queima mais lento. As variedades RB 86-7515 e RB 72-454, se destacam em seus aspectos nutricionais e a baixa perda de energia no processo de perda de massa.
                              Desempenho produtivo e verminose gastrointestinal de ovelhas e cordeiros suplementados em pastagem
                              Curso Doutorado em Ciência Animal
                              Tipo Tese
                              Data 27/02/2023
                              Área ZOOTECNIA
                              Orientador(es)
                              • Camila Celeste Brandao Ferreira Itavo
                              Coorientador(es)
                                Orientando(s)
                                • Thais Fernanda Farias de Souza Arco
                                Banca
                                • Camila Celeste Brandao Ferreira Itavo
                                • Diego Barcelos Galvani
                                • Fernando de Almeida Borges
                                • Gelson dos Santos Difante
                                • Gleice Kelli Ayardes de Melo
                                Resumo Foram testadas as hipóteses de que o maior aporte nutricional, em condições estruturais de pastos rebaixados, melhoram o desempenho produtivo e reduzem a verminose gastrointestinal de ovelhas lactantes e cordeiros lactentes. No primeiro artigo avaliou-se o efeito do fornecimento de 0,5 e 1,0% PC de suplementação proteico energética para ovelhas mantidas em capim Marandu rebaixado e não rebaixado. Não houve interação ou efeito dos fatores isolados sobre o desempenho produtivo e verminose gastrointestinal das ovelhas. A verminose gastrintestinal foi afetada pelo período de avaliação, apresentando maior nível parasitário ao parto, com redução ao longo do período de lactação. As taxas de vermifugação sofreram efeito da interação entre os níveis nutricionais e os manejos do pasto. Maior taxa foi observada nas ovelhas suplementadas em 1,0% PC em pastos rebaixados aos 30 dias pós-parto, enquanto aos 90 dias, a maior taxa foi no grupo suplementado em 0,5% PC em pastos não rebaixados. A estimativa do consumo de forragem foram semelhantes entre as ovelhas. Ovelhas suplementadas em 1,0% PC apresentaram ECC superior aos 60 dias pós-parto. Os teores de fibra em detergente neutro (FDN) e fibra em detergente ácido (FDA) foram afetados pelos meses de avaliação, com maiores teores durante a época seca. O segundo artigo avaliou os efeitos da estrutura do pasto e da suplementação materna sobre o desempenho produtivo, escore de condição corporal e verminose gastrointestinal de 50 cordeiros Texel. A suplementação materna afetou o peso e ECC dos cordeiros aos 60 dias. Os cordeiros com nível nutricional materno de 1,0% PC apresentaram maior consumo de pasto dos 30-60 dias que pode estar associado ao maior resultado de ovos por grama de fezes (OPG) observado neste grupo aos 90 dias. Os teores de fibra em detergente neutro (FDN) e fibra em detergente ácido (FDA) das folhas foram superiores nos pastos rebaixados. A composição morfológica do pasto foi influenciada pelo manejo do pasto e pelo consumo de suplemento. A relação folha/colmo do pasto ficou abaixo do valor crítico ao longo do período experimental. O alto OPG dos cordeiros aos 60 e 90 dias não prejudicaram seu consumo de suplemento e desempenho produtivo, sendo atribuída resiliência dos cordeiros frente ao parasitismo. O fornecimento médio de 300 g/dia de suplemento em sistema creep feeding aos cordeiros pode ter contribuído na aquisição da resiliência.
                                Bioflocos ex-situ e gema de ovo como alimento para Betta splendens
                                Curso Doutorado em Ciência Animal
                                Tipo Tese
                                Data 27/02/2023
                                Área ZOOTECNIA
                                Orientador(es)
                                • Jayme Aparecido Povh
                                Coorientador(es)
                                  Orientando(s)
                                  • Giovanna Rodrigues Stringhetta
                                  Banca
                                  • Cintia Labussière Nakayama
                                  • Cristiane Fatima Meldau de Campos
                                  • Jayme Aparecido Povh
                                  • Paulo Mário Carvalho de Faria
                                  • Ruy Alberto Caetano Correa Filho
                                  Resumo O presente trabalho tem por objetivo avaliar o crescimento e sobrevivência de alevinos Betta splendens alimentados com biofloco ex-situ e avaliar os parâmetros de desempenho zootécnico e reprodutivo de bettas adultos alimentados com diferentes níveis de substituição da ração por gema de ovo. Betta splendens é uma espécie de peixe de hábito alimentar carnívoro, apresenta preferência por alimentos que se mexam na água, mas se adapta facilmente à alimentação com ração. Levando em consideração os altos custos da farinha de peixe, sendo este componente essencial na fabricação de ração, e de alimentos vivos (como Artemia spp.) é necessário buscar alternativas alimentares que supram os requerimentos nutricionais da espécie. O bioflocos, usualmente, apresenta uma composição bromatológica que atende as exigências nutricionais do B. splendens, tornando essa tecnologia possível de ser utilizada na alimentação dessa espécie. Além disso, a gema de ovo possui uma composição de ácidos graxos que podem ser utilizados para produção de gametas ou armazenamento de energia durante a reprodução de peixes. Portanto, dois experimentos foram conduzidos com Betta splendens para avaliar esses possíveis alimentos substitutos/complementares no desempenho produtivo e reprodutivo da espécie. No primeiro experimento, os peixes receberam cinco diferentes dietas contendo bioflocos (BFT), alimento vivo (LF100), e a junção de ambos os alimentos, com substituição do alimento vivo pela inclusão do biofloco (LF100+BFT, LF85+BFT e LF70+BFT). Peixes que receberam 15% menos artêmia apresentaram peso final individual mais alto (P<0,05) mas não diferiram dos que foram alimentados com apenas artêmia. Alevinos com maior comprimento final (P<0,05) foram observados no tratamento LF100+BFT. A sobrevivência foi maior (P<0,05) no tratamento com apenas artêmia. Peixes alimentados apenas com BFT obtiveram os piores desempenhos dos grupos. Betta splendens suplementados com bioflocos ex-situ e redução de alimento vivo apresentaram boa performance e reforçam que o bioflocos ex-situ pode ser utilizado para reduzir o uso de alimentos vivos, mantendo o bom desenvolvimento. No segundo experimento, três tratamentos foram adotados: somente ração comercial (R100), substituição com 15% (R85) e com 30% de gema de ovo (R70). Duas reproduções ocorreram, com um intervalo de 30 dias entre elas, sendo avaliados os desempenhos reprodutivos de machos e fêmeas. As fêmeas de todos os tratamentos não desovaram na primeira reprodução; apenas os machos construíram os ninhos. Contudo, apenas as fêmeas que receberam suplementação com gema de ovo desovaram na segunda reprodução. Nos machos, o peso final foi maior (P<0,05) nos peixes que receberam a suplementação com 15% (2,56 g) e 30% (2,83 g) de gema de ovo em relação aos peixes que receberam somente ração (1,95 g). Os tratamentos com inclusão parcial de gema de ovo na dieta de Betta splendens foram os únicos em que as fêmeas apresentaram desova, indicando que uma substituição parcial de ração por gema de ovo pode influenciar na reprodução da espécie.
                                  Substituição total do farelo de soja por ureia extrusada em suplementos para novilhos de corte
                                  Curso Doutorado em Ciência Animal
                                  Tipo Tese
                                  Data 27/02/2023
                                  Área ZOOTECNIA
                                  Orientador(es)
                                  • Luis Carlos Vinhas Itavo
                                  Coorientador(es)
                                    Orientando(s)
                                    • Gabriella Jorgetti de Moraes
                                    Banca
                                    • Alexandre Menezes Dias
                                    • Gelson dos Santos Difante
                                    • Luis Carlos Vinhas Itavo
                                    • Rodrigo da Costa Gomes
                                    • Vanessa Zirondi Longhini
                                    Resumo Foram realizados dois experimentos na Fazenda Escola da Famez - UFMS, entre fevereiro a junho de 2018, com o objetivo de avaliar os efeitos da substituição de proteína verdadeira (farelo de soja) por nitrogênio não proteico (ureia extrusada) de bovinos suplementados durante o período de águas e transição águas - seca. A área experimental foi constituída de 4 piquetes com Brachiaria brizantha Stapf cv. Marandu (2 piquetes por tratamento) e os suplementos foram compostos por núcleo mineral, milho e farelo de soja ou ureia extrusada e fornecido 0,45% do PC nas águas e 0,7% do PC na transisçaão entre águas e seca. No experimento 1 foram utilizados quatro bovinos cruzados e canulados no rúmen, distribuídos em quadrado latino duplo 2x2. O tratamento contendo farelo de soja apresentou maior consumo e maior amplitude da concentração de N-NH3 no líquido ruminal (5-33 mg/dL no período das águas e 7-30 mg/dL no período de transição águas-seca). Os valores médios de pH em ambos os tratamentos e períodos mantiveram-se acima de 6,2, considerado como limite mínimo para adequada fermentação da fibra. Não houve efeito (P>0,05) na concentração total de AGV (mMol/L) para os tratamentos. A substituição de ureia extrusada por farelo de soja na dieta foi capaz de fornecer bons resultados dos parâmetros sanguíneos, pois nenhuma das análises excedeu os níveis de referência. No experimento 2 foram utilizados 36 novilhos nelore e anelorados, distribuídos em delineamento interamente casualizado. Determinou-se massa de forragem e estrutura da pastagem, consumo de suplemento, análises bromatológicas, desempenho e custos. A massa de forragem sofreu redução de 31,9% entre os meses de fevereiro a junho. Na composição do pasto, a proporção de folhas foi em geral maior do que a de colmo (25%:21%). Houve efeito (P<0,05) das fontes de nitrogênio sobre consumo de suplemento nos dois períodos. Houve efeito (P<0,05) das fontes de nitrogênio sobre peso vivo final (PVF), ganho de peso total (GPT), ganho médio diário (GMD) e arroba ganha durante as águas e não houve efeito de fontes de nitrogênio sobre o PVF, GPT, GMD e arroba ganha na transição águas-seca. Houve efeito (P<0,05) das fontes de nitrogênio sobre custo do suplemento (total e diário), custo por hectare e receita (por animal e por hectare) nas águas. Houve efeito (P<0,05) sobre o custo do suplemento (total e diário) e custo por hectare na transição águas-seca. A substituição total da proteína verdadeira por ureia extrusada na fase de recria no período das águas não é recomendada. Recomenda-se a substituição do farelo de soja por ureia extrusada (Amiréia-200S®) na suplementação proteica de novilhos de corte em pastagens apenas durante o período de transição águas-seca devido aos melhores parâmetros ruminais, sanguíneos e menor custo comparado ao tratamento de proteína verdadeira.
                                    Página 1 de 8 (20 de 156 registros).